Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

UFC 136: José Aldo e Frankie Edgar mantêm os cinturões

Em luta entre brasileiros, Demian Maia venceu Jorge Santiago, em Houston. Chael Sonnen finalizou o americano Brian Stann e desafiou Anderson Silva

Por Da Redação 9 out 2011, 01h28

“Florian é estrategista. Ele estava jogando no meu erro, então procurei conter meu ânimo”, disse José Aldo após a vitória

O UFC 136 aconteceu na noite deste sábado em Houston, Textas, nos Estados Unidos, com duas defesas de cinturão. A principal luta foi entre os americanos Frankie Edgar e Gray Maynard – e Edgar manteve o cinturão da categoria peso-leve. Em outra luta pelo titulo, o brasileiro José Aldo garantiu seu cinturão da categoria peso-pena após vencer o americano Kenny Florian por decisão unânime dos juízes. Outros dois brasileiros lutaram entre si, com Demian Maia vencendo Jorge Santiago, na categoria peso-médio.

A luta principal da noite foi entre Gray Maynard e Frankie Edgar, detentor do cinturão. Esse foi o terceiro desafio entre os lutadores – o retrospecto era de uma vitória para Maynard, em 2008, e um empate, no começo de 2011. Na luta desta noite, Maynard começou melhor, bem mais agressivo, mas Edgar, que terminou o combate quase sem conseguir abrir o olho esquerdo, conseguiu se recuperar e aproveitou uma boa sequência de golpes e nocauteou Gray Maynard no quarto round. Na segunda principal luta da noite, o brasileiro José Aldo venceu o americano Kenny Florian, e manteve o cinturão da categoria peso-pena. Considerado um dos lutadores mais agressivos do UFC, Aldo começou tentando o nocaute e Florian buscou o combate no chão. Depois de cinco rounds, com o americano sangrando e o brasileiro com o rosto quase intacto, José Aldo venceu por decisão unânime dos juízes. “Florian é estrategista, já esteve em muitas categorias. Ele estava jogando no meu erro, então procurei conter meu ânimo”, disse Aldo após a vitória. Desafio – Em uma das lutas mais esperadas da noite, o americano Chael Sonnen, que já perdeu para os brasileiros Anderson Silva e Demian Maia – e que, talvez por isso, vive falando mal do Brasil -, voltou de uma suspensão por doping e finalizou o americano Brian Stann, herói de guerra, no segundo round, na categoria peso-médio. Depois do confronto, Sonnen aproveitou os minutos de fama e desafiou o campeão Anderson, que apenas ria na plateia. “Anderson Silva, se eu perder para você, abandono o UFC”. Na primeira luta do card principal, o americano Joe Lauzon finalizou seu compatriota Melvin Guillard com um mata-leão ainda no primeiro round, na categoria peso-leve. A segunda luta foi entre os americanos Leonard Garcia e Nam Phan. Os dois se enfrentaram no final de 2010, e Garcia venceu em decisão contestada pelos especialistas. O confrontro deste sábado foi bastante movimentado, com muita trocação, e Nam Phan venceu a revanche – a luta foi uma das mais disputadas da noite. O card preliminar começou às 19 horas, com seis lutas, sem nenhum nocaute. No último confronto, Demian Maia venceu Jorge Santiago na categoria peso-médio. Nas outras disputas, Anthony Pettis venceu Jeremy Stephens, na categoria peso-leve; Stipe Miocic derrotou Joey Beltran, por decisão unanime, na categoria peso-pesado;Darren Elkins venceu Tiequan Zhang, na categoria peso-pena; e Aaron Simpson superou Eric Schafer, na categoria peso-médio. Por fim, Mike Massenzio venceu Steve Cantwell, em decisão unanime, na categoria peso-médio.


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês