Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Tite quer ‘alegria nas pernas’ de Edenílson e gol de Jorge Henrique

Com o lateral direito Alessandro vetado em função de um problema na coxa esquerda e o atacante Emerson Sheik no banco por ainda não ter condições físicas de atuar por 90 minutos, o técnico Tite confirmou o Corinthians com o volante Edenílson improvisado pelo lado do campo e Jorge Henrique como companheiro de Liedson na frente.

Os dois, por sinal, receberam atenção especial do comandante no treino desta terça-feira, véspera da partida contra o paraguaio Nacional, pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, no Pacaembu. Ambos terão liberdade total para auxiliarem nas ações ofensivas.

‘Não vou tirar a alegria das pernas do Edenílson, não. Ele é levezinho, flutua, é muito móvel. Vai ter essa liberdade de agredir’, explicou Tite, obrigado a improvisar porque o reserva Welder também sofre com um problema muscular. ‘Se tiver a possibilidade, o Edenílson fica do lado do meu banco no primeiro tempo para eu poder orientar. Ele já jogou alguns jogos ali e, por ser volante, pode se adaptar rápido. Claro que não tem a mesma naturalidade do Welder, claro que vai cometer algum erro, é natural, mas ele é muito centrado e tem amadurecido muito’.

Jorge Henrique, por sua vez, é cobrado para entrar na área e mostrar o poder de fogo que ajudou o Timão a faturar a Copa do Brasil de 2010 na decisão contra o Internacional, à época comandado justamente por Tite.

‘Falei para ele: lembra que fez gol na final da Copa do Brasil contra mim? Aqui e lá? Entra na área com o Liedson’, contou o treinador, antes de explicar porque Willian irá para o banco de reservas após cinco partidas como titular. ‘Tenho que medir o momento técnico do atleta. O momento do Jorge é melhor que o do Willian, não estou falando por um jogo’.

O Timão entrará em campo com a seguinte formação: Julio Cesar; Edenílson, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo e Alex; Jorge Henrique e Liedson.