Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Splitter diz que Londres-2012 pesou no momento de assinar com o Valencia

Valência, 21 nov (EFE).- Depois de ter ajudado a seleção brasileira a voltar aos Jogos Olímpicos, com a conquista do vice-campeonato da Copa América, o pivô Tiago Splitter, que foi apresentado nesta segunda-feira como jogador do Valencia Basket, disse que optou por defender a equipe espanhola para ter ritmo e assim chegar bem em Londres.

‘A seleção fez neste ano um trabalho espetacular. Era uma dos meus sonhos jogar a Olimpíada, porque o Brasil não disputa há 16 anos. Uma das razões pelas quais vim era porque queria jogar. Estar parado não me ajudava em nada’, declarou Splitter durante sua apresentação.

O brasileiro, que estava parado por conta do locaute da NBA, declarou que está muito feliz por voltar ao basquete espanhol e disse estar convicto de que fez a escolha correta ao acertar com a equipe comandada pelo técnico Paco Olmos, apesar de ter recebido outras ofertas.

‘Estou muito contente de voltar à Espanha através de um grande clube como o Valencia. Tinha vontade de jogar, e este clube me proporcionou esta oportunidade. A única que posso prometer é me esforçar todos os dias para ajudar a equipe a melhorar e a vencer. Vou dar tudo por esta camisa’, comentou.

Splitter sabe que muita gente no país, principalmente na cidade de Vitoria-Gasteiz, não ficou muito contente com sua decisão de defender o Valencia, já que durante seis anos, de 2004 a 2010, ele jogou pelo Baskonia.

‘Tenho muito carinho pelo Baskonia e seus trocedores, passei muito tempo ali e tenho muito que agradecer-lhes. Mas neste momento da minha carreira esta era a opção mais acertada e estou convencido 100% do que fiz. Tive outras opções, e tomei esta decisão com minha família’, explicou o brasileiro.

O contrato do pivô com o Valencia é de um ano, mas está condicionado ao locaute. Caso a NBA volte a ser disputada, ele terá que se reapresentar ao San Antonio Spurs.

‘Há duas semanas, passava o dia todo olhando a internet lendo sobre o locaute. Diziam que amanhã estaria regulado, depois que estaria depois de amanhã e me cansei da situação. Desde que estou aqui, pouco acessei a internet, estou focado para me adaptar ao Valencia o mais rápido possível’, declarou.

Splitter revelou que durante estes meses treinou em San Antonio com outros jogadores dos Spurs, mas reconheceu: ‘não é a mesma coisa que jogar porque o ritmo de competição só se adquire jogando. Não me vejo 100% ainda, mas espero alcançar a melhor forma em breve’.

Draftado em 2007 pela franquia de San Antonio, o atleta de 26 anos estreou na NBA apenas na temporada passada. Para ele, o primeiro ano na liga americana foi bom, apesar de acreditar que poderia ter estado em quadra por mais tempo.

‘A primeira temporada foi muito boa. Sempre foi um sonho para mim jogar na NBA, entre os melhores do mundo. Aproveitei bastante, embora esteja claro que teria sido melhor ter jogado um pouco mais’, finalizou. EFE