Clique e assine a partir de 9,90/mês

Por aparecer com Pepsi, R. Gaúcho perde contrato milionário com Coca

Por Da Redação - 9 jul 2012, 18h08

Depois de sair do Flamengo em meio a um imbróglio judicial e chegar ao Atlético-MG, Ronaldinho Gaúcho teve seu contrato com a Coca-Cola rescindido. O motivo alegado pela empresa foi o fato de que o meia apareceu ao lado de latas de Pepsi, na apresentação ao clube mineiro.

O anuncio da rescisão foi feito pela empresa em curta nota oficial:

‘A Coca-Cola Brasil reconhece a trajetória e o valor do jogador Ronaldinho Gaúcho. No entanto, tendo em vista a significativa alteração das condições sob as quais foi selada a parceria, a continuidade da relação tornou-se inviável’, escreveu.

Assinado no final do ano passado, o acordo valeria R$ 1,5 milhões por ano ao jogador e duraria até 2014. A fabricante de refrigerantes, no entanto, ainda não havia usado a imagem do atleta. Não havia previsão de multa pela rescisão contratual.

Continua após a publicidade

Assis, irmão e empresário de Ronaldinho, não foi encontrado pela reportagem da GE.net para comentar o assunto.

Publicidade