Clique e assine com até 92% de desconto

Ponte Preta bate Americana e se isola na vice-liderança

Por Da Redação 6 ago 2011, 18h26

Por AE

Americana (SP) – A derrota para a líder Portuguesa já faz parte do passado. Segura na defesa e eficiente no ataque, a Ponte Preta conseguiu a reabilitação vencendo o Americana por 2 a 0, neste sábado, no estádio Décio Vitta, em Americana (SP), pela 15.ª rodada. A partida marcou a reestreia do meia Renato Cajá pelo time de Campinas no Campeonato Brasileiro da Série B.

A derrota põe um fim ao clima de desconfiança que se instalou na Ponte Preta após ser batida em casa pela Lusa, por 3 a 0. A vitória deixa os campineiros em situação confortável, na vice-liderança isolada, com 29 pontos. Já o Americana chega ao quinto jogo sem vitória, sendo um empate e quatro derrotas. Com o técnico Toninho Cecílio ameaçado, o time despenca na tabela de classificação, ainda com 21 pontos.

Desde os primeiros minutos, o jogo foi bastante equilibrado e truncado. O que acabou fazendo a diferença foi uma desatenção na defesa do Americana. Aos 44 minutos, após lançamento do volante Mancuso, a defesa não afastou e a bola sobrou na entrada da área. O atacante Ricardinho chegou livre de trás e acertou uma bomba, no ângulo esquerdo.

No segundo tempo, o time de Campinas sacramentou a sua vitória logo aos seis minutos. O veterano Fumagalli deu um carrinho na área e derrubou o lateral-direito Guilherme. Na cobrança do pênalti, o zagueiro Leandro Silva esbanjou categoria e deslocou o goleiro Jaílson.

Na próxima sexta-feira, às 21 horas, pela 16.ª rodada, o Americana volta a campo para enfrentar o Vitória, no estádio do Barradão, em Salvador. Já a Ponte Preta joga contra o Criciúma, no próximo sábado, às 16h20, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Ficha técnica

Americana 0 x 2 Ponte Preta

Continua após a publicidade

Americana – Jaílson; Luís Felipe, Jorge Luiz, Thiago Gomes e Anderson Luiz (Kássio); Alê, Júlio César (Gercimar), Marcinho e Fumagalli (Júlio César); Rafael Chorão e André Luiz. Técnico: Toninho Cecílio.

Ponte Preta – Júlio César; Guilherme, Leandro Silva, Ferrón e Uendel; Xaves, Mancuso (Gerson), João e Renato Cajá; Ricardinho (Soares) e Bruno Nunes (Márcio Diogo). Técnico: Gilson Kleina.

Gols – Ricardinho, aos 44 minutos do primeiro tempo; Leandro Silva (pênalti), aos 6 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos – Alê e Júlio César (Americana).

Árbitro – Rodrigo Braghetto (SP).

Renda – R$ 34.640,00.

Público – 2.501 pagantes.

Local – Estádio Décio Vitta, em Americana (SP).

Continua após a publicidade
Publicidade