Clique e assine a partir de 9,90/mês

Perto de 300 jogos pelo São Caetano, Luiz cobra desempenho em casa

Por Da Redação - 10 Jul 2012, 16h23

Luiz já é o terceiro jogador que mais vestiu a camisa do São Caetano, com 278 vezes. E isso o credencia como principal líder do elenco. Aos 29 anos e capitão da equipe, o goleiro cobra a equipe por um desempenho melhor nos jogos como mandante.

Em cinco partidas disputadas em São Caetano, a equipe do ABC paulista tem campanha regular. Com duas vitórias, dois empates e uma derrota tem um aproveitamento pouco acima dos 50%, o que para, Luiz, não é suficiente.

‘No confronto direto diante do Joinville precisamos fazer o dever de casa. Não podemos mais desperdiçar pontos dentro do Anacleto’, disse.

Na última rodada, o São Caetano surpreendeu o Guaratinguetá no Vale do Paraíba e venceu por 2 a 0. Com o triunfo, a equipe ficou na sexta colocação da Série B e se aproximou ainda mais do G4.

Continua após a publicidade

‘Apenas o América-RN tropeçou nesta rodada, por isso, foi tão importante o resultado contra o Guará’, destacou o goleiro.

Sobre a proximidade dos 300 jogos pelo São Caetano, Luiz se mostrou empolgação, mas ressaltou a importância de conseguir voltar à elite do futebol nacional.

‘É uma marca importante para mim e para o clube. Vou fazer o possível para alcançar este número ainda nesta competição, de preferência, brigando pelo acesso que é nosso principal objetivo da temporada’, afirmou.

O São Caetano recebe o Joinville neste sábado, às 16h20 (de Brasília), no Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul, pela décima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Publicidade