Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

No Arruda, Santa Cruz e Sport iniciam disputa pelo Pernambucano

Reeditando a decisão do Campeonato Pernambucano do ano passado, quando o Santa Cruz encerrou uma hegemonia de cinco anos do Sport, as equipes se enfrentam na decisão do Estadual de 2012 em duas partidas. A primeira já ocorre neste domingo, às 16 horas (de Brasília), no estádio do Arruda.

O Leão da Ilha foi líder da fase de classificação com 50 pontos, seis a mais que o próprio Santa Cruz. Enquanto a Cobra Coral teve que enfrentar o Salgueiro nas semifinais e se classificou perdendo fora de casa por 2 a 1, mas vencendo no Arruda por 3 a 1, o Sport passou pelo rival Náutico com vitória por 2 a 1 nos Aflitos e empate sem gols na Ilha do Retiro.

O ‘Clássico das Multidões’ decide o Campeonato Pernambucano pela 22vez, um recorde no Estado, e mexe com as duas maiores torcidas de Recife. Enquanto o Sport do técnico Mazola Júnior e do meio-campista Marcelinho Paraíba corre atrás de seu 40título, o Santa Cruz, comandado por Zé Teodoro e alavancado pelo atacante Dênis Marques , busca levantar a taça pela 26vez.Dos dois lados, a estratégia foi adotar mistério quanto à escalação, fazendo treinos com portões fechados e sem os discursos confiantes dos treinadores. Os jogadores, no entanto, tentaram jogar a responsabilidade um para o outro: ‘Nós temos que tirar proveito do nosso campo e da nossa torcida que vai estar em bom número, mas eles são favoritos’, disse Carlinhos Bala, atacante do Sport. Marcelinho Paraíba devolveu: ‘Esse título é muito importante para nós, mas o Santa Cruz é o atual campeão, querendo ou não

Irregular na primeira fase, o Santa Cruz chegou às semifinais em pé de igualdade com o Salgueiro, mas conseguiu a classificação com uma atuação convincente no Arruda. Para a primeira partida da decisão, a equipe contará com o retorno de Geílson, que havia cumprido suspensão. O problema é que Flávio Caça-Rato foi bem nas semifinais e pode reaparecer entre os titulares, assim como o meia Weslley, recuperado de lesão.’Eu acredito que é a final de um campeonato importante, ao qual todo mundo quer vencer e todo mundo queria estar hoje no lugar do Santa Cruz. E hoje, graças a Deus, nós temos este privilégio de estar disputando esta final. Se eu começar jogando ou o Caça-Rato, tanto faz, só a vitória interessa’, discursou Geílson, que se orgulha de ser ofuscado por Dênis Marques e, mesmo assim, ‘marcar seus golzinhos&rsquo

Homenageando o eterno ídolo Raul Bentancor, os jogadores do Sport entrarão em campo com camisas trazendo o nome do uruguaio que marcou história no clube da Ilha do Retiro. Um desses prestadores de tributo será o capitão Marcelinho Paraíba, artilheiro da equipe no Campeonato Pernambucano. O meia sentiu dores na coxa e na panturrilha após as semifinais, mas está confirmado para a decisão estadual.

‘O título não vai ser decidido no domingo. A final vai ser bem disputada e dificilmente o vencedor do primeiro jogo vai ter uma margem de gols grande. É um jogo de 180 minutos e os dois times vão ter o cuidado para não se expor muito, porque sabem que ainda tem o segundo jogo pela frente’, comentou Marcelinho Paraíba, focado nas duas partidas decisivas.

FICHA TÉCNICA

SANTA CRUZ x SPORT

Local: estádio José do Rego Maciel, o Arruda, em Recife-PE

Data: 6 de maio de 2012, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Neilson Santos

Assistentes: Elan Vieira e Charles Rosas

SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Diogo, Vágner Silva, William Alves e Memo; Anderson Pedra , Chicão, Natan e Luciano Henrique; Dênis Marques e Geílson (Flávio Caça-Rato)

Técnico: Zé Teodoro

SPORT: Magrão, Bruno Aguiar, Edcarlos e Tobi; Moacir, Hamilton, Marquinhos Paraná, Naldinho, Marcelinho Paraíba e Julinho; Jheimy

Técnico: Mazola Júnior