Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

NBA: Devin Booker, de 20 anos, faz história e marca 70 pontos

Jogador do Phoenix Suns se tornou o mais novo atleta da história a superar os 60 pontos em uma partida pela liga americana de basquete

Devin Booker tem somente 20 anos e está em sua segunda temporada na NBA. Se não tivesse sido escolhido no Draft de 2015 pelo Phoenix Suns e decidisse seguir estudando, ainda estaria cursando seu penúltimo ano na Universidade de Kentucky. A idade e a pouca experiência na liga só tornam ainda mais incrível o feito alcançado por ele na última sexta-feira, quando marcou inacreditáveis 70 pontos na derrota por 130 a 120 para o Boston Celtics, fora de casa.

Antes mesmo de completar sua segunda temporada na NBA, Booker já entrou para um seleto grupo, no qual sequer Michael Jordan figura. Ele se tornou apenas o sexto jogador na história da liga a conseguir 70 pontos em uma partida, se igualando a lendas como Wilt Chamberlain, que alcançou a marca seis vezes, David Thompson, David Robinson, Elgin Baylor e Kobe Bryant.

Booker também se tornou o mais novo atleta na NBA em todos os tempos a superar os 60 pontos em uma partida. Jordan, por exemplo, marcou 69 em sua melhor performance em termos de pontos na carreira, em 1990, quando já tinha 27 anos.

O jogador de basquete Devin Booker faz 70 pontos em jogo pelo Phoenix Suns contra o Boston Celtics com apenas 20 anos de idade

Twitter do jogador de basquete Devin Booker, que fez 70 pontos em jogo pelo Phoenix Suns contra o Boston Celtics com apenas 20 anos de idade (Twitter/Reprodução)

O incrível desempenho de Booker também bateu outros recordes. Ele se tornou o maior pontuador em uma só partida na história do Phoenix Suns, superando os 60 pontos de Tom Chambers em 1990. De quebra, ainda impôs a maior quantidade de pontos sofrida pelo Celtics, superando os 64 marcados por Elgin Baylor na temporada 1959/1960.

O feito confirma Booker como uma das maiores promessas da NBA para as próximas temporadas. E ele o alcançou com um bom aproveitamento dos arremessos, tendo acertado 21 dos 40 que tentou. Foram 19 pontos no primeiro tempo e incríveis 51 no segundo, com direito a 28 no quarto final. De quebra, o garoto ainda pegou oito rebotes e deu seis assistências.

Mas nem o desempenho histórico e nem os 11 pontos do reserva Leandrinho impediram que o segundo pior time do Oeste somasse sua 51.ª derrota na temporada. Melhor para o Celtics, que contou com Isaiah Thomas também em dia inspirado, marcando 34 pontos, para levar a equipe à 47.ª vitória, na segunda posição do Leste e no encalço do Cleveland Cavaliers.

(Com Estadão Conteúdo)