Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Luxemburgo pede apoio da torcida por Libertadores

Por AE

Goiânia – Os flamenguistas voltaram a dar mostras de sua insatisfação com a equipe ao vaiá-la após o empate por 0 a 0 diante do Atlético-GO, no último domingo, em Goiânia, pela 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time carioca deixou a zona de classificação para a Libertadores, sendo ultrapassado pelo Internacional. Justamente em busca da vaga para o torneio sul-americano, o técnico Vanderlei Luxemburgo pediu trégua à torcida e apoio nesta reta final.

“A tendência agora é a crítica. A torcida está chateada, não sei se está sendo conduzida. O Flamengo não está fora da Libertadores e depende apenas dele para chegar. Precisamos do torcedor do nosso lado, estamos correndo, lutando. Os jogadores não estão de sacanagem, deixando de honrar a camisa”, avaliou.

O Flamengo depende apenas de si para chegar à Libertadores por conta do confronto direto. Na próxima rodada, enfrenta o Internacional, no próximo domingo, em Macaé, e ultrapassará o adversário em caso de vitória. Na última rodada, o compromisso será diante do rival Vasco, no dia 4 de dezembro, ainda sem local definido.

“Só dependemos de nós. Se ganharmos do Inter, em casa, e do Vasco, teremos a vaga na Libertadores. O Flamengo não saiu da competição. A competição está muito dura para todas as equipes, está muito aguerrida, pegada”, disse Luxemburgo. “O importante é lembrar que o Flamengo está se mantendo entre os primeiros do Brasileirão durante toda a competição. Vamos dar tudo nesses últimos jogos para atingir nosso objetivo”, concordou Alex Silva.

O zagueiro, aliás, foi protagonista de uma polêmica após a partida. Irritado com as vaias, ele criticou a torcida flamenguista, afirmando que ela deveria “aplaudir e não vaiar”. Depois, tentou explicar suas declarações. “Em nenhum momento quis atingir a torcida ou mostrar insatisfação com eles. Faltando duas rodadas, é o momento de apoiar a equipe. Como venho falando, qualquer vaia e protesto neste momento só prejudica, pois estamos juntos nesta luta por nossos objetivos”, comentou.