Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Lewis Hamilton oficializa mudança de equipe para a Ferrari em 2025

Após anos com a Mercedes, piloto inglês será companheiro de Charles LeClerc; Carlos Sainz deixará a equipe, mas não anunciou seus próximos passos

Por André Sollitto Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 2 fev 2024, 06h14 - Publicado em 1 fev 2024, 16h40

A organização da Fórmula 1 confirmou que Lewis Hamilton deixará a Mercedes e fará parte da equipe da Ferrari a partir da temporada 2025. Ele será parceiro de Charles LeClerc. Carlos Sainz deixará a Ferrari, mas ainda não divulgou qual será sua equipe no futuro. Na tarde de quinta, 1º, o nome de Hamilton apareceu entre os mais buscados no Brasil na ferramenta Google Trends, com mais de 50 mil pesquisas.

Desde o início da manhã desta quinta-feira, 1º de fevereiro, rumores começaram a circular sobre a mudança de equipe, mas a confirmação só foi feita à tarde, em uma coletiva de imprensa. No anúncio oficial, a Ferrari afirma que o contrato é válido por alguns anos, embora a duração total ainda não tenha sido feita.

Hamilton faz parte da Mercedes desde 2013, e com foi a equipe alemã que ele conquistou seis dos sete títulos da carreira – o primeiro foi com a McLaren, em 2008. “Foram 11 anos incríveis com esta equipe [Mercedes] e estou muito orgulhoso do que conquistamos juntos”, disse Hamilton. “A Mercedes faz parte da minha vida desde os 13 anos. É um lugar onde cresci, por isso tomar a decisão de sair foi uma das decisões mais difíceis que já tive de tomar.

Cartaz do anúncio oficial já mostra Lewis Hamilton com o uniforme da Ferrari, ao lado de Charles LeClerc -
Cartaz do anúncio oficial já mostra Lewis Hamilton com o uniforme da Ferrari, ao lado de Charles LeClerc – (Ferrari/Divulgação)

A notícia pegou o chefão da Mercedes, Toto Wolff, de surpresa. Afinal, Hamilton havia assinado uma extensão de contrato válido por dois anos em agosto de 2023. “Nossa relação com Hamilton se tornou uma das histórias de maior sucesso no esporte, e podemos olhar para trás com orgulho, sabendo que Lewis sempre será parte importante da história da Mercedes”, afirmou o CEO. “Mas sempre soubemos que nossa parceria chegaria ao final de forma natural, e esse dia chegou.”

A vontade da Ferrari de ter Hamilton como piloto é antiga – ao menos desde 2019 conversas foram feitas para tentar levá-lo ao time. O próprio Hamilton já disse que especulava como seria sua carreira “em vermelho“. Agora, com a confirmação, ele vai tentar conquistar o oitavo campeonato com os italianos.

Seu parceiro, o monegasco Charles LeClerc, assinou um contrato de extensão com a Ferrari e deve continuar com os italianos ao menos até 2026. ““Acho que qualquer pessoa no grid adoraria ter Lewis como companheiro de equipe, pois todos aprenderão muito com ele”, disse ele. Mas revelou que também estava contente ao lado de Sainz. “Estou feliz onde estou e também tenho um ótimo relacionamento com Carlos.”

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.