Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Érika é imobilizada por medalhista olímpica e fica com a prata

A judoca brasileira Érika Miranda não conseguiu superar a cubana Yanet Bermoy, vice-campeã nas Olimpíadas de Pequim-2008, e ficou com a medalha de prata na categoria até 52kg nos Jogos Pan-americanos de Guadalajara. Ela foi imobilizada na final deste sábado por 25s por sua adversária, que ganhou a luta e o ouro da competição continental por ippon.

Quando foi imobilizada, Érika perdia a final por um yuko, anotado apenas após os juízes verem o replay do golpe. Inicialmente, a arbitragem havia marcado wazari para a cubana, mas se corrigiu e aplicou a pontuação mínima a Bermoy.

Com a derrota da Érika, o judô feminino do Brasil encerra os Jogos Pan-americanos de Guadalajara sem nenhuma medalha de ouro. Rafaela Silva também ficou com a prata no México. Maria Portela e Mayra Aguiar foram bronze, medalha pela qual Sarah Menezes luta ainda neste sábado.

A única judoca do Brasil a não subir ao pódio em Guadalajara foi Katherine Campos, na categoria até 63kg. Na luta pelo bronze, ela foi derrotada por ippon pela canadense Stéfanie Tremblay.