Clique e assine a partir de 9,90/mês

Em prévias de GP da Bélgica, Renault só fala sobre Petrov

Por Da Redação - 24 ago 2011, 10h17

A Renault não dá sinais de resolução do caso envolvendo a provável demissão de Nick Heidfeld. Prova disso é o fato da equipe francesa ter publicado nesta quarta-feira uma entrevista com o piloto Vitaly Petrov, e não fazer nenhuma menção àquele que será o segundo piloto do time no Grande Prêmio da Bélgica, neste final de semana.

A equipe demorou a publicar a nota de prévia da corrida belga, que faz costumeiramente no início das semanas de prova. Ao divulgar a nota nesta terça-feira, a Renault não falou nada sobre nenhum dos dois pilotos, comentando apenas as características da pista.

Depois, o time francês publicou a entrevista com Vitaly Petrov, piloto russo que se manteve no time e está na sua segunda temporada como piloto de F-1. E tanto as perguntas, como as respostas não dão nenhum indicativo de quem será o segundo piloto do time na Bélgica – Bruno Senna ou Nick Heidfeld.

Na segunda-feira, o ex-dirigente Eddie Jordan afirmou que Bruno Senna iria substituir Heidfeld já no próximo final de semana. Ao tomar conhecimento das declarações, o piloto alemão de 34 anos afirmou que processaria a Renault caso a sua demissão se confirmasse.

Continua após a publicidade

Por conta disso, a equipe ainda não se pronunciou quanto à decisão para a sua formação titular que irá ao circuito de Spa-Francorchamps. A imprensa europeia afirma que o time francês está trabalhando nos bastidores para evitar um processo de Heidfeld, o que os obrigaria a desembolsar uma quantia indesejada em meio à crise financeira que atrapalha o time desde o começo do ano.

Publicidade