Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

É indústria do futuro do São Paulo, diz Leão ao visitar CT de Cotia

Depois de comandar o treino pela manhã no CCT da Barra Funda, Emerson Leão aproveitou a tarde desta quinta-feira para conhecer o Centro de Formação de Atletas (CFA) Laudo Natel em Cotia, local onde o São Paulo abriga e trabalha com seus jogadores das categorias de base. E comparou o lugar a uma incubadora.

‘Isso é uma fábrica, uma indústria do futuro do São Paulo. É um local que cada dia mais tem que ser tratado com carinho’, comentou o treinador, em sua primeira visita no local – programação de todo o treinador contratado pelo Tricolor.

A comitiva que acompanhou Leão tinha os coordenadores técnicos Milton Cruz e Marcelo Lima, o auxiliar técnico Fernando Leão, o gerente de futebol Geraldo de Oliveira, o gerente administrativo Edson Santos e o treinador da equipe sub-17, Zé Sérgio.

‘Estou acostumado a grande e ótimos CTs. Vim com uma concepção do que iria encontrar, mas foi melhor do que eu imaginava’, continuou elogiando Leão. ‘Passar por aqui é algo pra ser marcado em qualquer jogador. [O CT] Merece elogios, o futuro é esse. O São Paulo é um clube vanguardista e tem que continuar a ser’, continuou.

O CT de Cotia é a origem de grande parte dos atletas que fazem parte do elenco comandado por Leão, já que Juvenal Juvêncio impôs maior aproveitamento dos atletas revelados pelo clube no time principal.

Os goleiros Leonardo e Léo, o lateral esquerdo Henrique Miranda, os zagueiros Bruno Uvini e Luiz Eduardo, os volantes Wellington, Casemiro, Denilson, Rodrigo Caio e Dener, o meia Lucas e o atacante Henrique foram formados lá.