Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Daniel Alves dispara contra árbitro do amistoso: ‘Ele quis aparecer’

Por Da Redação 12 out 2011, 15h17

O lateral direito Daniel Alves apresentava-se contrariado depois de ser expulso com a camisa da Seleção Brasileira diante do México. O jogador do Barcelona, da Espanha, considera que o árbitro Marlon Mejía, de El Salvador, excedeu no rigor ao lhe dar o cartão vermelho no amistoso disputado na noite desta terça-feira na cidade de Torreón.

O apitador expulsou Daniel Alves no lance do pênalti pouco antes do intervalo, batido por Guardado e defendido por Jefferson. O camisa 2 já tinha cartão amarelo ao cometer a infração em Chicharito Hernández.

‘O árbitro precisa passar despercebido em um amistoso como esse, ele quis aparecer demais da conta. Foi uma decisão equivocada’, esbravejou.

Depois da saída de Daniel Alves, a Seleção Brasileira curiosamente cresceu de rendimento. Na base da raça, o time de Mano Menezes equilibrou as ações contra o México e no fim acabou premiado com os gols de Ronaldinho Gaúcho e Marcelo.

Experiente, Daniel Alves concorda que a virada pode ser um divisor para a Seleção Brasileira. Criticada de forma impiedosa na Copa América, a equipe pentacampeã mundial goza agora de um momento de alívio e tranquilidade.

‘Já faz alguns jogos que esse grupo demonstra ser digno de vestir a camisa da Seleção Brasileira. A virada dá um ânimo grande, você sair de uma adversidade, conquistar a vitória do jeito que foi’, comentou o lateral.

Continua após a publicidade

Publicidade