Clique e assine com 88% de desconto

Cuca afirma que vitória do Galo foi merecida e reclama da arbitragem

Por Da Redação - 10 jun 2012, 00h37

O técnico Cuca avaliou que a vitória do Atlético-MG por 1 a 0, em cima do Palmeiras, neste sábado, no Pacaembu, foi justa pelo volume da produção da equipe atleticana durante os 90 minutos. Segundo ele, o time paulista iniciou melhor o jogo, mas após os 15 minutos de pressão do Verdão, o Galo equilibrou e tomou as rédeas da partida.

‘A vitória foi justa pelo que nós produzimos no jogo. O Palmeiras foi melhor no comecinho, 10, 15 minutos, depois nos equilibramos, jogamos melhor, perdemos alguns gols, e no segundo tempo nós tivemos um jogo muito firme, consistente, sólido. Fizemos o gol cedo, tivemos dois gols, na minha opinião, ali dentro do campo, mal anulados’, disse.

O treinador alvinegro ainda reclamou bastante da arbitragem do gaúcho Márcio Chagas da Silva, que na sua visão prejudicou o Atlético-MG anulando dois gols legais. Um dos gols foi anotado pelo atacante Jô, na jogada em que o juiz marcou falta do atacante do time mineiro, e no segundo tento, foi marcado impedimento do zagueiro Rafael Marques, depois de cobrança de falta de Ronaldinho.

‘No lance do gol do Jô o árbitro estava a 20, 30 metros do lance, e é muito difícil ele dar. O bandeira tinha uma condição e não deu nada, então foi tirado no ombro, foi feito o gol, e o segundo gol também me pareceu que não estava em impedimento. No final se passa um sufocão, com o Palmeiras que encaixou duas faltas com o Marcos Assunção, e poderia ter empatado o jogo. De forma geral, marcamos bem e fizemos um grande jogo’, comemorou.

Publicidade