Clique e assine a partir de 9,90/mês

Com Marcelinho Paraíba, Grêmio Barueri cai diante do Vitória em casa

Por Da Redação - 19 Maio 2012, 18h32

Em um jogo marcado pela estreia de Marcelinho Paraíba pelo Grêmio Barueri, quem teve destaque foi um atacante já conhecido por seus gols nesta temporada: Neto Baiano. Neste sábado, na Arena Barueri, o atacante do Vitória marcou o único gol de sua equipe no triunfo por 1 a 0 sobre o time paulista, em partida válida pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

No início do duelo, Marcelinho Paraíba quase inaugurou o marcador. Logo aos cinco minutos, o atacante arriscou contra o gol de Gustavo, que fez boa defesa e evitou que a equipe paulista abrisse vantagem no placar. Sem grandes jogadas, a etapa inicial teve disputa acirrada no meio-de-campo, e terminou sem nenhum dos times balançarem a rede adversária.

Já na segunda metade do embate, foi o Vitória quem começou tomando iniciativa. Aos três minutos, o principal destaque da equipe nordestina, Neto Baiano, surpreendeu o goleiro Fernando Leal com um chute cruzado, mas a bola foi para fora. Aos 22 minutos, o atacante rubro-negro tentou, mas não conseguiu aproveitar bola cruzada por Marquinhos.

Apesar de estar melhor na partida, o Vitória sofreu um susto aos 26 minutos, quando Magrão aproveitou bola escorada por Alex Lima após cobrança de falta e balançou as redes do goleiro Gustavo. No entanto, o árbitro mineiro Emerson de Almeida Ferreira assinalou que o atacante do Barueri estava impedido e anulou o gol.

Um dos protagonistas do gol anulado, Alex Lima virou vilão no final do confronto. O zagueiro, que havia entrado no lugar do lateral Marcos Pimentel, cometeu pênalti em Rildo, aos 38 minutos. Na cobrança, Neto Baiano chutou forte, no alto, e marcou o gol que daria números finais ao jogo, garantindo três pontos para o Vitória na segunda divisão do futebol nacional.

No próximo sábado, o Grêmio Barueri mede forças com o Asa, em Alagoas, pela segunda rodada da Série B. Já o Vitória recebe o América-RN, no Barradão, em Salvador.

Continua após a publicidade
Publicidade