Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Com Liédson no banco e Cássio no gol, Corinthians busca vaga contra o Emelec

São Paulo, 8 mai (EFE).- O Corinthians entra em campo nesta quarta-feira às 22h (horário de Brasília) para enfrentar o Emelec, do Equador, pelo jogo de volta das oitavas de final da Libertadores, no Pacaembu, com novidade no setor ofensivo.

Precisando de uma vitória por qualquer marcador, Tite precisará mexer no ataque, já que Jorge Henrique foi expulso no duelo de ida. O principal favorito para substituir o atacante é Willian, que faria dupla com Emerson.

Quem não deve começar jogando, mas tem escalação quase confirmada no banco de reservas é Liédson. O atacante ainda pode ser opção como terceiro atacante, em tática utilizada por Tite durante quase toda a temporada, mas que foi deixada de lado na partida em Guayaquil, quando Alex entrou e o 4-4-2 foi a formação escolhida.

O ‘Levezinho’ até viajou para o Equador, mas não foi aproveitado no jogo de ida. Confirmado na relação de jogadores que atuará na partida, Liédson já admitiu viver má fase e acabou afastado pelo técnico Tite.

‘Era nossa referência no ataque, mas Willian entrou e está atravessando grande momento técnico. Independentemente de quem jogue, vai cumprir sua função, já que o grupo é muito bom’, garantiu o também atacante Emerson.

Outro que perdeu a confiança do técnico é o goleiro Julio César, que voltará a ser substituído por Cássio, um dos destaques do jogo de ida. O antigo titular acabou envolvido em boatos sobre uma possível transferência para a Portuguesa, negada pela diretoria corinthiana.

O Emelec, que treina em São Paulo desde o último sábado, considera que pode surpreender o campeão brasileiro e garantir a classificação. E não só a vitória dá a vaga para os equatorianos, já que o empate com gols, também classifica o time de Guayaquil.

O técnico do time, o uruguaio Marcelo Fleitas, chegou ao Brasil com equipe titular e pretende utilizar uma formação que promete abusar dos contra-ataques para surpreender o ‘Timão’.

Apesar da estratégia, a ideia no Emelec é não deixar de atacar, para marcar gols. ‘Temos que fazer nosso jogo. Não vamos nos esconder, mas sim enfrentar o Corinthians de igual para igual’, afirmou o volante Fernando Gaibor.

Por considerar a partida como prioritária, o Emelec garantiu inéditos quatro dias de preparação no Brasil para um jogo da Libertadores. A equipe conseguiu adiar o jogo que teria no último domingo, contra a Liga de Loja, pelo Campeonato Equatoriano.

Prováveis escalações:.

Corinthians: Cássio; Edenílson, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Danilo e Alex; Emerson e Willian. Técnico: Tite.

Emelec: Esteban Dreer; Carlos Quiñónez, José Luis Quiñónez, Gabriel Achilier e Oscar Bagüí; Pedro Quiñónez, Fernando Gaibor, Fernando Giménez e Enner Valencia; Marcos Mondaini e Luciano Figueroa. Treinador: Marcelo Fleitas.

Arbitragem: Darío Ubriaco (Uruguai), auxiliado pelas compatriotas Miguel Nievas e Marcelo Costa. EFE