Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Bellucci e Mello avançam na Austrália e enfrentam franceses na 2ª rodada

Os tenistas brasileiros Thomaz Belluci e Ricardo Mello venceram nesta terça-feira nas suas estreias pelo Aberto da Austrália, e enfrentarão na segunda rodada os franceses Gaël Monfils e Jo-Wilfried Tsonga, respectivamente.

Entre os favoritos, não houve nenhuma surpresa nas quadras de Melbourne. O sérvio Novak Djokovic, número um do mundo e atual campeão do torneio, o escocês Andy Murray (N.4), o espanhol David Ferrer (N.5) e o americano Andy Roddick (N.15) também passaram para a próxima fase.

Bellucci derrotou o israelense Dudi Sela por 7-6 (7/5), 6-4, 6-3 e terá pela frente na quinta-feira Gaël Monfils, 14ª cabeça de chave, que superou o australiano Marinko Matosevic por 7-6 (7/5), 6-3, 6-3.

Já Mello venceu o espanhol Roberto Bautista por 6-4, 6-4 e 7-5 e terá um duelo difícil contra Jo-Wilfried Tsonga (N.6), vice-campeão em 2008, que suou para derrotar em quatro sets o uzbeque Denis Istomin por 6-4, 3-6, 6-2 e 7-5.

O terceiro representante brasileiro, João Souza, o ‘Feijão’, não passou da primeira fase, ao ser eliminado em três sets pelo australiano Matthew Ebden, com parciais de 6-3, 7-6 (7/1) e 6-2.

Esta é a terceira vez que Bellucci avança para a segunda rodada do Aberto da Austrália.

Para o paulista, 37º do ranking da ATP e tenista nº1 do Brasil, a vitória também teve sabor de revanche, após traumatizante virada por 4/6, 2/6, 6/4, 6/3 e 6/0 que sofreu em agosto na primeira rodada do US Open contra seu ‘carrasco’ Sela, que também tinha levado a melhor no Challenger de São Paulo.

Desta vez, Bellucci dominou toda a partida. Após uma primeira parcial apertada definida pelo brasileiro no tie-break, ele também teve que batalhar na segunda, quando sofreu uma quebra logo no início e saiu perdendo por 3 a 0.

Mesmo assim, não se abalou, empatou em 3 a 3, conseguiu outra quebra no nono game, abrindo 5 a 4, e fechou o segundo set em 6 a 4.

O brasileiro não repetiu os erros do US Open, quando acabou perdendo a partida quando também vencia por 2 sets a 0, e finalmente deu o troco no israelense ao superá-lo o terceiro set por 6 a 3.

Na próxima fase, Bellucci deve ter um jogo bem mais complicado contra Monfils, que surpreendeu no início do ano ao derrotar o espanhol Rafael Nadal, número dois do mundo, na semifinal do torneio de Doha.

Na decisão, Monfils perdeu para o compatriota Tsonga, adversário de Ricardo Mello na segunda rodada. O tenista de Campinas, nº108 do Ranking da ATP, terá uma missão muito difícil contra o francês, número seis do mundo, que já chegou à final do Aberto da Austrália em 2008, quando foi derrotado pelo sérvio Novak Djokovic.

Esta tinha sido a primeira vitória de Djokovic num torneio do Grand Slam. O sérvio repetiu o feito no ano passado, o que o credencia como grande favorito ao título nesta edição. Na primeira rodada, massacrou o italiano Paolo Lorenzi, deixando apenas escapar dois games na partida vencendo o primeiro set por 6 a 2 e aplicando dois ‘pneus’ no segundo e no terceiro.

“Precisei de alguns games para entrar no ritmo, porque as condições de jogo estão um pouco difíceis. Este foi o dia mais quente desde que cheguei aqui, estou tentando me acostumar”, declarou o sérvio após sua vitória.

“Eu me sinto muito mais completo como jogador e como pessoa também. Mentalmente ganhei muita experiência aao jogar no mais alto nível nos dois últimos anos. Entendo melhor o jogo e sei o que fazer para vencer torneios importantes”, completou.

Já o escocês Andy Murray, quarto cabeça de chave, teve uma estreia mais difícil, já que começou perdendo o primeiro set para o americano Ryan Harrison, mas acabou conseguindo a virada por 4-6, 6-3, 6-4, 6-2.

Não foi o caso do espanhol David Ferrer (N.5), que superou o português Rui Machado com facilidade por 6-1, 6-4, 6-2.

O americano Andy Roddick (N.15), semifinalista do torneio quatro vezes (2003, 2006, 2007 e 2009) também avançou sem problemas para a segunda rodada ao derrotar o holandês Robin Haase por 6-3, 6-4, 6-1.

O queridinho da torcida australiana, o tenista da casa Lleyton Hewitt, ex-número um do mundo e finalista do torneio em 2005, venceu o alemão Cedrik-Marcel Stebe em quatro sets, com parciais de 7-5, 6-4, 3-6, 7-5.

Na competição feminina, a tcheca Petra Kvitova, número dois do mundo, não teve problemas para eliminar a russa Vera Dushevina por 6-2 e 6-0, assim como a russa Maria Sharapova, quarta cabeça de chave, que atropelou a argentina Gisela Dulko, por 6-0 e 6-1.

A maior zebra do dia foi a derrota da australiana Samantha Stosur (N.6), campeã o US Open no ano passado, que perdeu por 7-6 (7/2) e 6-3 para a jovem romena Sorana Cirstea, de 21 anos, 59ª do ranking da WTA.