Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Atual campeão, Porto perde em casa para o City e se complica na Liga Europa

Redação Central, 16 fev (EFE).- O Porto recebeu o Manchester City nesta quinta-feira, em um duelo de times eliminados na fase de grupos da Liga dos Campeões, e se distanciou do bicampeonato da Liga Europa ao ser derrotado por 2 a 1, no jogo de ida pela fase de 16 avos de final do torneio.

Com o resultado, um empate ou até uma derrota por 1 a 0 na próxima quinta-feira, no estádio Etihad, beneficiará o City. Já os portugueses precisarão de uma vitória por um gol de frente, desde que balance a rede pelo menos três vezes, ou de uma vantagem ainda maior para encarar o Legia Varsóvia ou o Sporting, que empataram em 2 a 2 no primeiro confronto, realizado na Polônia.

O Porto teve em campo o lateral direito Danilo, recém-contratado junto ao Santos. No entanto, o ex-jogador do Peixe teve que ser substituído logo no primeiro tempo por conta de uma lesão e virou dúvida para o amistoso da seleção brasileira contra a Bósnia, no próximo dia 28.

Outros atletas nascidos no Brasil que defenderam o time do técnico Vítor Pereira foram o goleiro Hélton, o zagueiro Maicon, o volante Fernando e os atacantes Hulk e Kléber. Apenas o último entrou no segundo tempo, enquanto os outros foram titulares.

A partida no Estádio do Dragão começou morna, com a bola indo apenas de intermediária a intermediária. A primeira finalização aconteceu apenas aos 15 minutos, quando Rodríguez cruzou e Rolando apareceu de trás para cabecear firme. Hart fez boa defesa, mas a torcida local mostrou empolgação.

O City deu trabalho aos 20 minutos, e Hélton apareceu muito bem. Balotelli desviou após o levantamento e o goleiro salvou os donos da casa. Um minuto depois, Nasri encheu o pé e o brasileiro interveio mais uma vez.

Aos 27, o Porto saiu em vantagem no placar com um gol de Varela. Hulk desceu pela esquerda e cruzou com força para o português, que se antecipou à marcação e bateu no canto.

Por pouco, o empate não aconteceu logo na sequência, aos 28. Em condição duvidosa, Balotelli apareceu cara a cara com Hélton e arriscou da entrada da área. O camisa 1 do Porto se esticou e defendeu mais uma.

O lance empolgou os ‘Citizens’, que passaram a ter mais a bola. O domínio das ações, porém, não se transformou em chances para empatar antes do intervalo.

Mas o domínio da equipe visitante no primeiro tempo foi mantido no começo do segundo. Logo aos quatro minutos, o lateral Richards invadiu a área e soltou a bomba, carimbando a trave esquerda de Hélton.

Cinco minutos depois, o City alcançou a igualdade em um confuso. Após lançamento longo de Yaya Touré, Álvaro Pereira disputou a bola com Balotelli, não viu o goleiro saindo e acabou encobrindo o brasileiro com um toque de ombro, para desespero de Hélton.

Depois do gol de empate, a partida ficou truncada, com muitas faltas. Na cobrança de uma delas, aos 15, Hulk bateu forte e parou na defesa de Hart.

A marcação forte de ambos os lados impedia que acontecessem lances de perigo. Até que a equipe de Manchester encaixou um bom contra-ataque aos 39 minutos e virou o placar. Touré foi acionado por Nasri, entrou na área pela esquerda e rolou para Agüero fazer o segundo.

Também nesta quinta-feira, a Udinese, do zagueiro Danilo, recebeu o PAOK Salônica no estádio Friuli e ficou no empate em 0 a 0. Se conseguir a classificação na Grécia, o time italiano enfrentará o AZ Alkmaar ou o Anderlecht. Na partida de ida, os holandeses jogaram em casa e venceram por 1 a 0.

Em outra partida do dia, o Twente foi até Bucareste jogar contra o Steaua e conseguiu um importante triunfo por 1 a 0, com gol de John. Caso passe, o time da cidade holandesa de Enschede será o adversário de Viktoria Plzen e Schalke 04, que empataram em 1 a 1 na República Tcheca. EFE