Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Após vitória de virada, Murray reconhece dificuldades contra Ferrer

Londres, 4 jul (EFE).- Depois de uma vitória por 3 sets a 1 com direito a três sets decididos no tie-break e quase quatro horas de partida nesta quarta-feira, o britânico Andy Murray comentou as dificuldades que teve para vencer o espanhol David Ferrer e chegar às semifinais do torneio de Wimbledon pela quarta vez consecutiva.

‘Joguei bem, sabia que seria complicado. Foi o jogo mais complicado que disputei até aqui, muito diferente dos demais’, afirmou o número quatro do mundo, que venceu com parciais de 6-7(5), 7-6(6), 6-4 e 7-6(4).

O britânico admitiu que jogou mal até o fim do primeiro set, que foi vencido por Ferrer: ‘A partir daquele momento, acho que bati muito bem na bola’, comentou.

Murray carrega nas costas o peso de ser há alguns anos o tenista com mais chances de quebrar um jejum que já dura 76 anos. O último atleta do Reino Unido a ser campeão de Wimbledon foi Fred Perry, em 1936.

A tarefa do britânico ficou menos complicada após a derrota do espanhol Rafael Nadal, na segunda rodada da competição, o que o livrou de encarar antes da final um dos três primeiros colocados do ranking mundial – o próprio Nadal, o sérvio Novak Djokovic e o suíço Roger Federer. EFE