Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ancelotti confirma que PSG quer Tevez, mas nega acerto

Por Da Redação - 19 Jan 2012, 11h59

Por AE-AP

Paris – Depois de quase acertar com o Milan e ser especulado como possível reforço da Inter de Milão, o atacante Carlitos Tevez pode parar no Paris Saint-Germain. Nesta quinta-feira, o técnico Carlo Ancelotti confirmou o interesse da equipe francesa no jogador e afirmou que sua contratação é “uma grande oportunidade” para o clube.

“Todo mundo sabe que queremos um atacante. Carlos Tevez é uma grande oportunidade para nós conseguirmos um grande atacante”, declarou, nesta quinta-feira, em entrevista coletiva, antes de desmentir que o clube já tenha chegado a um acordo com o jogador. “Até hoje, nada foi decidido. Precisamos falar com o jogador, com o Manchester City. Esperamos encontrar uma boa solução”, completou.

Ancelotti ainda negou que tenha feito pessoalmente o contato com o argentino, deixando a negociação nas mãos do brasileiro Leonardo, diretor esportivo do PSG. “Eu não falei nem com ele, nem com o agente dele. O Leonardo que está cuidando disso”, garantiu.

Continua após a publicidade

O Paris Saint-Germain segue buscando reforços de peso no futebol europeu, financiado por um grupo de investidores do Catar. Recentemente, a equipe tentou a contratação do meia Beckham e do atacante Alexandre Pato, mas viu o inglês renovar seu contrato com o Los Angeles Galaxy e o brasileiro garantir sua permanência no Milan.

Mesmo assim, Ancelotti garantiu que o clube francês ainda pode acertar outras contratações de peso, caso a negociação com Tevez não seja concretizada. “Se o Tevez não chegar, temos a possibilidade de acertar com outro atacante”, comentou.

Carlitos Tevez segue na Argentina, afastado do Manchester City após se desentender com a diretoria e com o técnico Roberto Mancini. A última vez que o jogador foi relacionado para uma partida foi em setembro, quando se recusou a entrar em campo no confronto diante do Bayern de Munique, pela Liga dos Campeões da Europa.

O longo afastamento dos gramados não desanima Ancelotti, que acredita em uma rápida recuperação física do argentino. “Ele é um grande jogador, em umas duas semanas já estará em boa forma”, afirmou o técnico italiano.

Publicidade