Clique e assine a partir de 9,90/mês

À espera de goleiro e lateral, Leão brinca com ‘novela Nilmar’

Por Da Redação - 31 jan 2012, 15h31

Se a contratação do atacante Nilmar traz pressão aos dirigentes do São Paulo, o técnico Emerson Leão prefere utilizar o humor refinado ao tratar do polêmico assunto. Na manhã desta terça-feira, o treinador tirou gargalhadas dos jornalistas ao ser questionado se já estava cansado da indefinição da novela.

‘Nunca assisti’, sorriu o comandante tricolor, após o coletivo realizado no CT da Barra Funda. ‘Eu acho que falar desse atleta não precisa. Se estiver em forma, é um excelente jogador. Se não estiver em forma, é um problema. Se for exorbitância, o São Paulo não fará loucuras. Eu não leio muito disso para não me cansar, não sei em que língua está’, afirmou.

Mesmo com o São Paulo na liderança do Campeonato Paulista, o assunto contratações foi abordado em grande parte da entrevista de Leão. No gol, a direção tem utilizado o discurso de que pretende prestigiar as opções da base – os jovens Leo e Leonardo -, mas o treinador foi claro:

‘Eu me dirijo diretamente à diretoria, não mando recados. Perguntem a ele’, disse Leão, em referência ao vice de futebol João Paulo de Jesus Lopes, deixando a entender que os dirigentes estariam convencidos sobre a necessidade do reforço.

Continua após a publicidade

Por fim, a lateral direita ainda pode receber uma novidade, apesar da decisão da comissão técnica em observar uma opção das categorias de base, Lucas Mendes, de apenas 19 anos. Jonas, do Coritiba, aparece como a principal alternativa. ‘E falaram que jamais viria um lateral’, ironizou Leão.

Publicidade