Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rolling Stones reeditam álbum de 1971 e anunciam turnê

Relançamento de 'Sticky Fingers' trará versão alternativa de 'Brown Sugar', com a participação de Eric Clapton, e versões inéditas de 'Bitch, Can't You Hear Me Knocking' e 'Dead Flowers'

Os Rolling Stones anunciaram nesta terça-feira a reedição de Sticky Fingers, o clássico álbum da banda lançado em 1971, e uma nova turnê que vai passar por Estados Unidos e Canadá. A gravadora Universal Music vai disponibilizar a partir de 26 de maio um novo disco com as dez faixas originais remasterizadas. Os fãs da banda ainda poderão escutar uma versão alternativa de Brown Sugar, com a participação do guitarrista Eric Clapton, além de interpretações inéditas de Bitch, Can’t You Hear Me Knocking e Dead Flowers. O álbum vai contar também com uma versão acústica de Wild Horses e outras cinco faixas gravadas ao vivo em 1971.

Leia também:

Baterista do Rolling Stones diz que banda está velha demais para longas turnês

Morre Bobby Keys, saxofonista dos Rolling Stones

Rolling Stones vão voltar aos palcos em maio

Com três dos quatro membros com mais de 70 anos – Ron Wood tem 67 -, a banda britânica mostra que ainda tem fôlego. A turnê pelos EUA e Canadá, intitulada The Zip Code Tour, tem quinze apresentações agendadas entre os dias 24 de maio e 15 de julho.

Sticky Fingers não é um dos discos de referência dos Rolling Stones apenas pelas músicas, mas também pela capa, idealizada pelo artista americano Andy Warhol, um dos precursores da pop art. Além disso, é no encarte do disco que aparece, pela primeira vez, o logotipo emblemático da língua e dos lábios desenhado pelo inglês John Pasche, a principal marca da banda britânica.

Os Rolling Stones já reeditaram outros álbuns, como Some Girls (1978), em 2011 e Exile on Main St. (1972), em 2010, álbum responsável por trazê-los de volta à primeira posição das paradas de sucesso britânicas 38 anos após a edição original.

(Da redação com agência EFE)