Clique e assine a partir de 9,90/mês

‘Já estava na hora de ela se posicionar como mulher’, diz Galisteu sobre Sandy

Em evento de lançamento de seu novo ensaio para a 'Playboy', apresentadora da Band comenta remake da famosa foto em que se depila e garante que vê com bons olhos a repercussão da entrevista da cantora

Por Beatriz Souza - 2 ago 2011, 16h14

A apresentadora Adriane Galisteu lançou nesta terça-feira, em São Paulo, o ensaio que fez para a edição de aniversário da Playboy, 16 anos após o primeiro, que ficou famoso pela imagem em que aparece se depilando com gilete – agora refeita. Em evento organizado pela revista nos Jardins, a apresentadora recebeu jornalistas e falou com exclusividade ao site de VEJA sobre o ensaio e a polêmica em torno da cantora Sandy, que vem ofuscando seu ensaio depois que uma declaração sua sobre sexo anal surgiu estampada na capa da Playboy.

Confira foto exclusiva do novo ensaio de Adriane Galisteu para a Playboy

Mais: em entrevista à Playboy, Sandy dá dicas sexuais

“Não tem competição, nós estamos na mesma revista”, disse a apresentadora, diplomática, desmentindo os rumores de que estivesse incomodada com a repercussão da entrevista de Sandy. “Achei ótimo. Já estava na hora de ela se posicionar como mulher.” Ainda no campo polêmicas, Galisteu se posicionou sobre o colega José Luiz Datena, que acaba de trocar de emissora – ele deixou a Record em menos de dois meses, voltando para a Band. “Alguém me explica o que acontece com esse homem, que não sossega”, disse, em tom de brincadeira.

Continua após a publicidade

Leia também:

Leia também: ‘Sandy se tornou mulher’, diz ex-BBB Ariadna

A diferença entre os dois ensaios, a repercussão da entrevista de Sandy e as controvérsia em torno do último Miss Brasil, do qual foi apresentadora, estiveram presentes na conversa de Adriane Galisteu com o site de VEJA.

Adriane Galisteu fotografou na Itália para sua segunda 'Playboy'
Adriane Galisteu fotografou na Itália para sua segunda ‘Playboy’ VEJA

Quando a capa desta edição da Playboy foi divulgada, a frase da Sandy se tornou um dos assuntos mais comentados do Twitter. Você acha que a entrevista dela pode ofuscar o seu ensaio? Ai, eu adorei essa história. E eu gostei muito da Sandy ter se expressado. Já estava na hora de ela se posicionar como mulher. O próximo desafio é colocar ela na capa.

Continua após a publicidade

Quais as diferenças entre o primeiro ensaio, de 1995, e este agora? Na minha opinião, superamos o primeiro. Sou outra mulher, mais madura, sou mãe. Acho que encarei tudo de forma mais profissional. Sem dúvida, eu estava mais à vontade, até porque a equipe foi a mesma que esteve comigo da primeira vez. Em 1995, eu precisava do dinheiro para comprar meu apartamento. Dessa vez, eu estava muito feliz por estar num momento especial da vida, casada, mãe, e as fotos foram feitas no lugar onde eu fui pedida em casamento.

E em relação ao seu corpo? Eu não estava na minha fase mais magra quando fiz as fotos de 1995, então, acho que meu corpo não está tão diferente. Eu engordei 16 kg na gravidez do Vittorio, mas já perdi 12. Ainda faltam quatro, mas acho que estão bem distribuídos, né? Está tudo no lugar, estou me sentindo super segura com o meu corpo. Eu quero sempre emagrecer mais, gosto de mulher bem magra, sem peito e sem bumbum. Mas, enquanto isso não acontece, estou agradando.

Como será seu próximo programa na Band? Vai se chamar Projeto Fashion e será praticamente igual ao Project Runaway, apresentado pela Heidi Klum. É um projeto que eu quero fazer há tempos e agora a Band me deu esse presente. Começo a gravar dia 12 de agosto.

E quanto ao carnaval, você saiu da Unidos da Tijuca. Já tem alguma outra escola em mente para 2012? Eu fui saída, né? Mas tudo bem, não posso me dedicar a comparecer a todos os ensaios mesmo, não vivo de carnaval. Moro em São Paulo, tenho um filho, não dá para viver de carnaval em julho, né? Já tive dois convites de outras escolas, mas ainda não decidi se vou desfilar ano no que vem ou se vou dar um tempo.

Continua após a publicidade

O que você achou de uma modelo que já posou com seios nus ter vencido o Miss Brasil? Achei uma bobagem. A Priscila Machado fez fotos mostrando os seios para uma campanha contra o câncer de mama. E acho que, se for para levar a sério o regulamento original da competição, todos os itens têm que ser levados em conta: não pode ter tatuagem, tem que ser virgem e não pode ter feito plástica. Se fosse assim, metade das concorrentes teria sido desclassificada, né?

Publicidade