Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

IMPERDÍVEL: ‘Narcos’ retorna mais intensa — e sangrenta

Segunda temporada da série da Netflix volta a acompanhar os passos de Pablo Escobar, vivido por Wagner Moura

A comentada série Narcos acaba de ganhar uma segunda temporada na Netflix, novamente sob a tutela do brasileiro José Padilha e com Wagner Moura na pele de Pablo Escobar. Os episódios continuam do ponto em que foi encerrada a primeira fase, quando o traficante foge da prisão, que, aliás, foi feita por ele em um esquema quase de hotel particular, uma das muitas bizarrices da vida do colombiano. Se a primeira temporada acompanha um longo período da vida de Escobar – e também a ascensão do narcotráfico na América Latina —, a segunda se concentra em um período curto, de cerca de um ano e meio, quando se dá uma intensa caçada política e policial contra o cartel de Medellín. O cerco sangrento mexe com as motivações e emoções dos agentes Steve Murphy (Boyd Holbrook) e Javier Peña (Pedro Pascal), da DEA (Drug Enforcement Administration), a agência americana de combate às drogas. Padilha volta a mostrar sua boa mão para conduzir histórias de ação e tensão. Muitos momentos remetem à sua série cinematográfica Tropa de Elite. Como o próprio já revelou, a morte de Escobar (longe de ser um spoiler), não deve ser empecilho para a continuidade de outras temporadas do seriado. Afinal, Escobar não é insubstituível. Prova disso é a pujança do mercado de drogas, que se mantém gigantescamente obsceno sem o já lendário colombiano.