Clique e assine a partir de 9,90/mês

Gwyneth Paltrow revela que Brad Pitt ameaçou matar Harvey Weinstein

Atores namoravam na época em que ela foi assediada pelo produtor americano

Por Redação - 24 maio 2018, 11h17

Depois de acusar Harvey Weinstein de assédioGwyneth Paltrow revelou que o seu namorado na época Brad Pitt, chegou a ameaçar o produtor americano de morte, depois de saber do ocorrido.

Patrow relatou o caso pela primeira vez em outubro, em uma entrevista ao jornal americano The New York TimesSegundo ela, Weinstein a chamou para uma “reunião de negócios” em seu hotel e, lá, se ofereceu para uma massagem e a convidou para subir para o seu quarto. Aos 22 anos, a atriz havia sido escalada recentemente para o filme Emma, do produtor.

Na quarta-feira, a atriz voltou a falar sobre o ocorrido ao locutor Howard Stern, da companhia de rádio Sirius XM, e relembrou o momento que relatou o caso para Pitt. “Contei para ele na hora e eu estava bem abalada com toda a situação”, explicou.

O casal, então, encontrou Weinstein em uma noite na abertura do espetáculo Hamlet na Broadway e Brad Pitt pressionou o produtor contra a parede. “Ele disse: ‘Se você fizer ela se sentir desconfortável novamente, eu vou te matar’. Ou algo do tipo. Foi fantástico. Ele usou a fama e o poder dele para me proteger em um momento em que eu não tinha fama ou poder ainda”, afirmou Paltrow.

Continua após a publicidade

Investigação

Weinstein, de 66 anos, já foi acusado por mais de sessenta mulheres desde o ano passado, por casos de assédio e abuso sexual dentro do ambiente de trabalho. De acordo com a revista americana People, o produtor está sendo investigado pela polícia federal dos Estados Unidos no momento, para avaliar se ele tentou persuadir alguma mulher a cruzar a fronteira entre estados para cometer algum crime, o que configuraria uma ofensa ao Estado. 

Publicidade