Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Estilista Jean Paul Gaultier anuncia sua ‘última coleção’

Francês suspendeu linha ready-to-wear e vai focar apenas em alta-costura

O estilista Jean Paul Gaultier anunciou nesta segunda-feira que suspenderá todas as coleções de ready-to-wear, ou “pronto para vestir” em tradução literal, termo usado para roupas de acabamento finalizado e vendidas diretamente na loja. O corte inclui toda linha feminina, masculina e de acessórios. Agora, o estilista francês diz que ficará focado na alta-costura e nos perfumes, além de outros projetos da grife. Sua última coleção feminina será apresentada na próxima semana, durante a semana de moda de Paris.

Segundo carta de Gaultier enviada ao site WWD, a decisão foi tomada juntamente com o grupo espanhol Puig, multinacional que atua no setor da moda e que detém a maior parte da marca. O ritmo frenético das coleções ready-to-wear foi apontado pelo estilista como um fator para a decisão, por limitar sua liberdade para inovar. “Eu encontrei uma realização na alta-costura, que me permite expressar a criatividade e o meu gosto pela experimentação”, diz Gaultier.

Leia também:

Jean Paul Gaultier abandona tradição nas passarelas

Gaultier ‘põe’ Amy Winehouse fumando na passarela e irrita o pai da cantora

O renomado estilista começou a trabalhar no ramo no fim dos anos 1970 e foi um dos responsáveis por colocar Paris novamente no centro do mercado fashion. Nome famoso também nos tapetes vermelhos, Gaultier e sua marca enfrentam a crise da indústria da moda, que atualmente lidam com concorrentes mais rápidos, os chamados fast fashions, e baratos, representados por lojas de produção massificada e redes globais.

Entrevistas:

“A moda está louca para se libertar da roupa”, diz Ronaldo Fraga

‘A fantasia não está na moda, e sim o pé no chão’, diz estilista da UMA