Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

China pagará dívida de 150 milhões de dólares a Hollywood

O órgão estatal que controla a distribuição de filmes no país asiático entrou em acordo com a associação cinematográfica americana nesta terça-feira

A China fez um acordo para pagar uma dívida de mais de 150 milhões de dólares que tem com os estúdios de Hollywood pela arrecadação de filmes exibidos no país, segundo anunciou a Associação Cinematográfica dos Estados Unidos (MPAA) nesta terça-feira. O acordo foi feito entre a MPAA, que representa os estúdios americanos, e a China Film Group (CFG), sociedade estatal chinesa encarregada da distribuição de filmes no país asiático.

Leia também:

Hollywood se rende à China

Com ‘Homem de Ferro 3’, China e Hollywood vivem novo impasse

De acordo com cálculos feitos pela revista The Hollywood Reporter, as autoridades chinesas devem mais de 31 milhões de dólares à Warner por O Homem de Aço, O Hobbit: Uma Jornada Inesperada e Jack, o Caçador de Gigantes, 23 milhões à Sony por 007: Operação Skyfall e Depois da Terra e 23 milhões à Fox por As Aventuras de Pi.

A disputa era resultado da exigência da CFG em cobrar dos estúdios um imposto criado recentemente pelo governo chinês. A taxa exigida correspondia a 2% do valor arrecadado pelas produções estrangeiras no país, mas contrariava um acordo firmado em 2012 entre o vice-presidente americano, Joe Biden, e o presidente chinês, Xi Jinping, sobre as regras de repasse. Pelo acordo, qualquer taxa extra deveria ficar de fora da fatia destinada aos estúdios, 25% da arrecadação das produções.

“Ficamos satisfeitos em saber que o governo chinês resolveu o problema e que todo o dinheiro devido será pago”, afirmou a MPAA, sem esclarecer se o aumento será absorvido pela CFG ou se o governo chinês concedeu uma isenção.

(Com agência France-Presse)