Clique e assine a partir de 8,90/mês

USP cai quatro posições em ranking de universidades

Instituição paulista aparece na 19ª posição do Webometrics. Outras três universidades brasileiras figuram entre as 200 melhores

Por Da Redação - 6 fev 2013, 18h42

A Universidade de São Paulo (USP) aparece na 19ª posição do ranking elaborado pelo Conselho Superior de Investigações Científicas (CSIC), da Espanha. O Webometrics, como é batizado o levantamento, leva em consideração a produção e a publicação de conteúdo acadêmico das instituições na internet.

Leia também:

USP e Unicamp são estrelas brasileiras solitárias em ranking universitário

‘Desempenho do Brasil em ranking é tímido’, diz diretor do THE

Com a classificação deste ano, a USP perdeu quatro posições em relação ao ranking do ano passado, divulgado em julho. No entanto, em janeiro do ano passado, a mesma listagem havia colocado a universidade brasileira na 20ª posição. Apesar da variação, a instituição paulista segue à frente de todas as concorrentes da América Latina: a Universidade Autônoma do México, segunda entre as instituições da região, figura na 36ª colocação.

Outras três universidades brasileiras aparecem no ranking. A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) ocupa o 129º lugar, enquanto a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) aparece em 177º – em julho de 2012, ela era a 121ª colocada. A Universidade de Brasília (UnB) é última instituição brasileira a figurar entre as 200 melhores do mundo, na 181ª posição.

No topo do ranking aparecem as americanas Harvard, Stanford e o Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT). A primeira universidade fora dos Estados Unidos aparece no 14º lugar: é a Universidade Cambridge, da Grã-Bretanha.

Continua após a publicidade

Desde 2004, o ranking da Webometrics é divulgado duas vezes ao ano, nos meses de janeiro e julho. São analisadas cerca de 21.000 instituições de ensino. O levantamento considera, entre outros critérios de avaliação, as citações relevantes em publicações especializadas, além da quantidade e qualidade da produção acadêmica disponível na rede.

Leia mais

A universidade das soluções

‘Brasil não está na periferia do saber’

A universidade busca jovens líderes no Brasil

Brasileiros já são 10% dos calouros estrangeiros

‘As universidades precisam formar sábios’

Continua após a publicidade
Publicidade