Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

São Paulo: PM retira estudantes que invadiram Centro Paula Souza

É a segunda vez em seis meses que a autarquia é ocupada

Uma equipe da Força Tática da Polícia Militar retirou estudantes que invadiram nesta quinta-feira, 3, a sede do Centro Paula Souza – autarquia do governo estadual responsável pela administração de Etecs e Fatecs – na região central de São Paulo. A polícia não jogou bombas para garantir a desocupação, mas estudantes disseram que houve golpes de cassetete. Em nota, a assessoria de imprensa do Centro Paula Souza informou que “estudantes invadiram a área externa da sede administrativa da instituição no fim da tarde desta quinta-feira, 3, e foram retirados pacificamente pela Polícia Militar duas horas depois”.

A ocupação foi limitada ao prédio administrativo do complexo, que tem dois edifícios. Para terminar com o ato, um grupo de policiais atraiu a atenção dos manifestantes enquanto outro grupo os cercou, entrando por um acesso lateral. A ocupação era feita por cerca de 30 estudantes das faculdades (Fatecs) e escolas técnicas (Etecs) de São Paulo. Os manifestantes são contra a PEC 241, proposta pelo governo Michel Temer (PMDB), e pedem mais investimentos em políticas de assistência estudantil nas unidades estaduais.

É a segunda vez em seis meses que a sede do Centro Paula Souza é ocupada. No final de abril, os estudantes ocuparam por nove dias o prédio para reivindicar que todas as Etecs do Estado passassem a receber merenda.

Reintegração de posse no Paraná

No Paraná, a Justiça acatou um pedido da Procuradoria Geral do Estado (PGE) na tarde desta quinta-feira e determinou a reintegração de posse de 44 colégios de Curitiba, além do Colégio Estadual do Paraná (CEP), que ainda permanecem ocupados pelos estudantes. O pedido da PGE tem o mesmo teor da solicitação expedida na semana passada, que pedia a reintegração de posse de 25 colégios. No total, ainda há 141 colégios ocupados no Paraná.

Nesta quinta, a liminar foi estendida a outros locais e a juíza da 5ª Vara da Fazenda Pública, Patrícia de Almeida Gomes Bergonse, autorizou a imediata desocupação. Na última sexta-feira, um acordo entre a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), a Defensoria Pública e o Ministério Público suspendeu a reintegração de posse dos colégios para que fossem desocupados, mas o CEP decidiu não acatar.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Antonio Carlos Dos Santos

    Os ditos “estudantes” deveriam a essa altura do ano estar estudando para fechar o ano letivo! Se querem protestar contra a PEC que o façam no local apropriado que no momento é o Senado que está para votar a medida. Acredito que a reclamação de terem levado cacetadas, acho que é mentira, mas foi uma punição menor pelo ato criminoso de invasão.

    Curtir

  2. Edilberto Tadeu Rodrigues

    Isso é democracia? Meia dúzia de anarquistas, pau mandado do PT, prejudicando milhares de estudantes.

    Curtir

  3. Vê-se que o PT criou em 13 anos uma baita escola de bandidos. Seria questão de pouco tempo chegarmos à situação da Venezuela: o povo na miséria e uma milícia, formada no mesmo tipo de escola do PT, apoiando a ditadura e o privilégio dos que governam, mesmo com o povo morrendo sem emprego, sem saúde, segurança, famintos, etc.

    Curtir

  4. Marcos Binelli

    É preciso se verificar se estas palhaços são estudantes de verdade. Vi a foto de um PTrouxa com a ‘mãozinha fechada acima da cabeça’ como outros dois presidiários, estes PTralhas ladrões mesmo e não palermas como estes. Se não forem estudantes, os processem por ‘Falsidade Ideológica’…kkkk

    Curtir

  5. Prestaram um desserviço ao movimento estudantil isso sim… O melhor caminho para os movimentos estudantis no Brasil seria colocar em seus estatutos o apartidarismo. Ganhariam muito em legitimidade!

    Curtir

  6. Desce a borracha nesses idiotas baderneiros, que não querem saber de nada, um bando de vagabundos, prejudicando aqueles que querem estudar, que saudades da ditadura.

    Curtir

  7. Por que esperaram tanto para tirar esses estudantes das escolas?

    Curtir

  8. As depredacoes cometidas por estes vândalos nos colégios deverão ser cobradas de cada um para que não seja o contribuinte que venha a arcar com o prejuízo

    Curtir