Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Fator surpresa’ pode baixar notas da redação no Enem

Especialistas consideram o tema "Movimento imigratórios para o Brasil no século XXI" distante da realidade da maior parte dos estudantes

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012 terminou com uma surpresa: no último dia, os candidatos tiveram de escrever uma redação sobre movimentos imigratórios no Brasil no século XXI. O tema, considerado inesperado e complexo, foi o principal assunto entre os estudantes nas saídas dos locais de prova. Os participantes criticaram a proposta, dizendo que não estavam preparados, e esperavam temas ligados à violência, meio ambiente e política. Para professores, é provável que a média dos alunos na dissertação sofra uma queda neste ano em comparação com 2011 – que teve como tema “Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado”.

Leia também:

Vídeo: professores do Anglo comentam provas do Enem

Víveo: professor do Anglo analisa proposta de redação

Estudantes criticam tema da redação do Enem 2012

Reinaldo Azevedo: por que a redação deveria ser impugnada

Rogério Chociay, especialista em redação de vestibular, afirma que houve uma “quebra de expectativa em relação ao ano passado”. “O tema está um tanto fora do eixo da maioria dos estudantes. Além disso, não há informações precisas se há de fato um movimento migratório”, diz ele. “A proposta é perigosa pelo número de dúvidas que causa. Os estudantes ficaram dependentes dos textos de apoio”, considera.

Os textos de apoio, por sua vez, continham informações sobre imigrantes do Haiti, que chegam ao país pelo Acre, sobre a questão dos bolivianos no Brasil, e o movimento de migração dos séculos 19 e 20. Na visão de Nilson José Machado, professor da faculdade de Educação da USP, os textos pouco auxiliaram os estudantes. “Talvez fosse mais razoável se fossem colocados textos com claras referências teóricas à tolerância, por exemplo, que textos que reiteram casos particulares”. afirma.

Discordando dos colegas de profissão, o diretor pedagógico da Oficina do Estudante, Célio Tasinafo, elogiou a escolha do tema: “É um assunto atual e relevante, que obriga o aluno a refletir sobre questões sociais e políticas”. No entanto, ele reconheceu que a proposta ficou distante da realidade da maioria dos vestibulandos. “Pela lógica, a nota média da redação tende a ser um pouco menor do que a do ano passado. Outro fator que pode alterar esse quadro é que, a princípio, a correção neste ano será mais criteriosa”, diz. (Confira na tabela as mudanças na correção do texto).

Caroline Andrade, coordenadora de língua portuguesa do Cursinho da Poli, reforça o argumento de que a proposta foi surpreendente, o que pode comprometer a nota de alguns alunos. “O inesperado pode causar insegurança e fazer com que a pessoa não consiga construir uma argumentação consistente”, diz.

Especialistas afirmam que a prova de linguagens, aplicada no domingo, também precisa passar por aprimoramentos. “Os textos continuam muito longos, fazendo com que o candidato chegue à metade da prova cansado”, considera Célio Tasinafo. A queixa sobre a extensão do exame foi consenso entre os estudantes. “Os textos eram enormes e a cabeça ficava até meio embaralhada. Às vezes, tinha que ler duas ou três vezes para entender o que era pedido”, afirma a estudante Amanda do Nascimento, de 17 anos.

Já a prova de matemática recebeu elogios. “Os enunciados eram curtos e muito bem elaborados”, disse Marcelo Dias Carvalho, do Etapa.

Como será feita a correção da redação do Enem 2012

Passo 1 O primeiro avaliador atribui uma nota para cada uma das cinco competências exigidas pelo MEC. Cada competência vale 200 pontos e, portanto, a nota total do aluno pode variar de 0 a 1.000 pontos. Passo 2 O segundo avaliador repete o processo do primeiro e atribui também uma nota de 0 a 1.000 à redação. Se houver concordância, a nota final será a média aritimética das duas notas. Desempate Caso haja uma discrepância de 200 pontos entre as duas notas – ou uma diferença de 80 pontos em cada uma das competências avaliadas – um terceiro avaliador é convocado. Até 2011, a margem de diferença era de 300 pontos. Passo 3 O terceiro avaliador analisa a redação e atribui a ela uma nota entre 0 e 1.000 pontos. Caso não haja discrepância entre o terceiro e pelo um dos outros avaliadores, a nota final será a média aritimética das duas notas que mais se aproximarem. Desempate Caso persista a diferença de 200 pontos entre os três avaliadores anteriores, uma banca composta por três outros corretores será convocada. Passo 4 Após a avaliação dos três integrantes, uma nova final será atribuída ao candidato.

Competências avaliadas no texto

Número 1 Demonstrar domínio da norma padrão da língua escrita. Número 2 Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. Número 3 Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. Número 4 Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. Número 5 Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

As razões da nota zero

Razão 1 Não atender a proposta solicitada ou apresentar outra estrutura textual que não seja a do tipo dissertativo-argumentativo, o que configurará “fuga ao tema/não atendimento ao tipo textual”. Razão 2 Deixar a folha de redação em branco. Razão 3 Escrever menos de sete linhas na folha de redação, o que configurará “texto insuficiente”. Linhas com cópias do texto de apoio fornecido no caderno de questões não serão consideradas na contagem do número mínimo de linhas. Razão 4 Escrever impropérios, fazer desenhos e outras formas propositais de anulação Razão 5 Desrespeitar os direitos humanos

Confira a cobertura completa do segundo dia de provas do Enem 2012:

Confira o gabarito do 2º dia de provas

Atrasados do 2º dia culpam transporte público

Estudantes voltam a compartilhar fotos feitas nas salas de prova

Em Enem mais longo, candidatos tentam evitar afobação

Confira a cobertura completa do primeiro dia de provas do Enem 2012:

MEC elimina 37 por fotografar prova

Confira o gabarito do primeiro dia de provas

Cansaço é maior que dificuldade no 1º dia

Candidatos compartilham fotos a partir das salas de prova e são eliminados

O drama dos que chegaram atrasados

Candidatos evitam atraso no Rio e em São Paulo

Confira mais informações sobre o Enem 2012:

Saiba o que fazer caso ocorram novas falhas no Enem

Correção da redação deve provocar mais queixas

(Com Estadão Conteúdo)