Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Morre aos 83 anos o escritor argentino David Viñas

Viñas, que exilou-se no México e na Espanha durante a ditadura argentina, teve dois filhos sequestrados e dados como desaparecidos pelos militares daquele país

Por Da Redação 11 mar 2011, 21h09

Morreu nesta sexta-feira (11) aos 83 anos o escritor argentino David Viñas, vítima de infecção causada por um pneumonia, em Buenos Aires. Nascido em 1927, Viñas deixou uma vasta obra de romance, ensaio e peças teatrais. Em 1962 o escritor recebeu o Prêmio Nacional de Literatura pelo romance Dar la Cara, prêmio que voltaria a receber em 1971, com o livro Jauría.

Partidário de idéias esquerdistas, Viñas foi exilado no México e na Espanha após o golpe militar na Argentina, em 1976 e teve dois dos seus filhos, María Adelaide e Lorenzo Ismael, seqüestrados e dados como desaparecidos. O autor retornou ao país em 1984 e foi nomeado professor da Universidade de Buenos Aires.

Publicidade