Clique e assine a partir de 8,90/mês

Meryl Streep responde grosseria de Trump: ‘Sou a mais premiada’

Após o Globo de Ouro, em que foi alvo de críticas, magnata usou o Twitter para chamar atriz de 'super-estimada'

Por Da redação - Atualizado em 13 fev 2017, 02h25 - Publicado em 13 fev 2017, 02h21

Meryl Streep aproveitou sua participação em um jantar para levantar fundos para o Human Rights Campaign, associação de defesa dos direitos LGBTQ, na noite do último sábado, para rebater a grosseria de Donald Trump. Depois de ser criticado pela atriz no palco do Globo de Ouro, em janeiro, Trump jogou baixo e, esquecendo que já a havia considerado “excelente” antes, foi ao Twitter afirmar que se tratava de uma atriz “super-estimada”. “Sou a mais super-estimada, mais condecorada e mais censurada do momento”, disse Meryl, em discurso realizado durante o jantar.

“Se você acha que as pessoas ficaram loucas quando acharam que o governo queria tirar suas armas, espere até que ele venha e tente arrancar a sua felicidade”, disse a atriz, seguida por uma ovação de dois minutos. “Não vamos voltar aos maus velhos tempos de ignorância e opressão e esconder quem somos. Devemos isso às pessoas que morreram por nossos direitos, e que morreram antes mesmo de terem as suas próprias.”

Na sequência, ela falou mais diretamente de Trump, mencionando sua postura belicosa. “Se vivermos esse momento precário. Se o instinto catastrófico de retaliação não nos levar ao inverno nuclear, teremos muito a agradecer ao nosso atual líder. Ele nos fará ver como a liberdade é frágil.”

 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade