Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

IMPERDÍVEL: Obra de Fernando Pessoa ganha box de luxo

A edição reúne os poemas escritos por Pessoa como ele mesmo e também os dos heterônimos Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos

Por Da redação 17 dez 2016, 06h15

A obra do português Fernando Pessoa (1888-1935) acaba de ganhar uma edição de luxo em dois volumes. O box Obra Poética de Fernando Pessoa (Nova Fronteira, 896 páginas, 99,90 reais) reúne os poemas escritos por Pessoa como ele mesmo e também aqueles assinados por seus heterônimos mais conhecidos, Alberto Caeiro, o poeta ligado à natureza e à objetividade, Ricardo Reis, que era influenciado pela cultura greco-latina, e Álvaro de Campos, o adepto do futurismo.

  • fernando-pessoa

    No total, são mais de 1.500 poemas, entre eles Autopsicografia (aquele que diz: “O poeta é um fingidor. / Finge tão completamente / Que chega a fingir que é dor / A dor que deveras sente.”), Mar Português (o dos célebres versos: “Valeu a pena? Tudo vale a pena / Se a alma não é pequena.”) e Tabacaria (de Álvaro de Campos, que diz: “Não sou nada. / Nunca serei nada. / Não posso querer ser nada. / À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.”).

    Os fãs de Pessoa também vão encontrar material menos popular do escritor, como sua obra poética em outras línguas – em inglês e em francês – e algumas de suas traduções para o português, como O Corvo, de Edgar Allan Poe, e Godiva, de Alfred Tennyson.

    Publicidade