Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Daniel liberou geral nas audições do ‘The Voice Brasil’

Cantor romântico, que sempre foi o mais econômico em suas escolhas, virou a cadeira a quase todos os concorrentes no penúltimo dia de audições às cegas

Por Da Redação 17 out 2014, 11h30

Foi-se o tempo em que era preciso colocar em ação a campanha #BateDaniel. O cantor romântico que sempre foi o mais comedido dos quatro técnicos do The Voice Brasil chegou a essa terceira temporada esbanjando aprovações. No penúltimo dia de audições às cegas, na noite, Daniel virou a cadeira para nove dos doze candidatos que subiram ao palco – um verdadeiro recorde, para os seus padrões. Antes desta quinta-feira, ele já estava à frente de Claudia Leitte na formação das equipes, com uma voz a mais, e só não tomou a dianteira de Carlinhos Brown e Lulu Santos porque os candidatos preferiram outro. Agora os quatro estão empatados com dez vozes cada.

Rose Oliver foi a primeira voz da noite e, cantando Aquarela do Brasil, conquistou todos os técnicos ainda nos primeiros versos, feitos à capela. Lembrando a potente presença de palco de Ellen Oléria (vencedora da primeira edição) ouviu de Lulu que era uma das melhores cantoras que já se apresentaram ali, e decidiu ficar no time dele. Daniel, Claudia e Brown ainda perderam mais uma voz para o colega, a de Lui Medeiros, aprovado, desejado e muito elogiado por todos.

Leia também:

‘The Voice Brasil’ é uma competição… de frases de efeito

‘The Voice’ convoca drag queen para ‘causar’ na estreia ​

Cadê o novo ídolo da música brasileira que estava aqui?

O DJ Leandro Buenno arrebatou as cadeiras de Claudia, Daniel e Lulu, abusando do falsete a la Sam Alves, campeão da temporada passada. Escolheu a técnica que sensualizava diante dele. Quando Claudia e Daniel se viraram para Luana Fernandes, a jovem também optou por ela. O mesmo aconteceu com Thiago Costa, que se disse muito fã do cantor, mas escolheu a loira – outro Thiago, o Soares, ficou com ele, mas também não tinha outra opção. Os dois ainda disputaram uma terceira voz quando, enfim, Daniel levou a melhor: Jésus, que ganhou abraço de ambos, mas resistiu aos encantos de Claudia e ficou com aquele de quem cantou uma de suas primeiras músicas.

Em outra competição paralela, com Carlinhos Brown, o resultado foi um empate. Os dois viraram para Nanda Garcia, que tremia de nervoso enquanto cantava. Fazendo jus ao apelido de príncipe, o romântico levou até ela seu próprio copo d’água e ainda se deixou fazer uma gracinha: “Olhos de mel rima com o quê?”. A resposta veio na ida dela para o seu time. Já Débora Coutinho, que ficou atrás de uma cortina até ser aprovada, ficou com Brown.

Continua após a publicidade

Publicidade