Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Bill Cosby é formalmente acusado de abuso sexual

Um mandado de prisão foi emitido para o comediante, que será indiciado pelo crime

Por Da Redação 30 dez 2015, 14h16

Após mais de 50 acusações de abuso sexual por diversas mulheres, Bill Cosby foi, nesta quarta-feira, pela primeira vez, indiciado por um dos casos. O promotor Kevin Steele, do Estado da Pensilvânia, anunciou em coletiva de imprensa que foi emitido um mandado de prisão contra o americano, relativo a um caso que ocorreu em janeiro de 2004, quando drogou e molestou Andrea Constand, uma funcionaria da Universidade de Temple, na mansão do humorista. O comediante pode ser sentenciado a até doze anos de prisão.

LEIA TAMBÉM:

Vítimas de Bill Cosby estampam capa da revista ‘New York’

Acusado de abuso sexual, Bill Cosby processa mulheres por difamação

Mais três mulheres acusam Bill Cosby de abuso sexual

Bill Cosby é processado mais uma vez, agora por difamação

Segundo o promotor, que disse esperar a presença de Cosby na delegacia ainda nesta quarta, para que ele seja oficialmente indiciado, o humorista já havia tentado por duas vezes manter algum tipo de relação com Andrea, que o rejeitou em ambas as situações. Na terceira vez, ele teria dado pílulas e vinho à moça, que assim ficou incapaz de se defender. “Examinando todas as evidencias, hoje podemos fazer justiça em nome da vítima”. As informações são da revista americana People.

Cosby recentemente abriu um processo contra sete mulheres que o acusaram de abuso sexual, afirmando que elas mentiram e o difamaram. Ele continua a negar as acusações.

(Da redação com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade