Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

‘Aquarius’ é indicado ao ‘Oscar’ do cinema independente

Spirit Awards vai na contramão do Ministério da Cultura e escolhe o longa com Sônia Braga para representar o Brasil na categoria de melhor filme estrangeiro

Por Da redação Atualizado em 22 nov 2016, 21h14 - Publicado em 22 nov 2016, 21h05

O filme brasileiro Aquarius — dispensado pelo Ministério da Cultura (MinC) como representante do Brasil na corrida para o Oscar 2017 — foi indicado ao prêmio de melhor filme estrangeiro do Spirit Awards. A premiação é considerada o “Oscar” do cinema independente, e acontece um dia antes da premiação máxima do cinema, também na Califórnia.

  • Em setembro, o MinC surpreendeu o setor ao preterir Pequeno Segredo à Aquarius como indicação do Brasil à categoria de melhor filme estrangeiro do Oscar. Segundo Gabriel Mascaro, Anna Muylaert e Aly Muritiba, a produção de Kleber Mendonça Filho estaria sofrendo uma retaliação política, desde que o elenco se manifestou contra o impeachment de Dilma Rousseff no Festival de Cannes. Sob tal argumento, os cineastas tiraram seus filmes da disputa pela indicação, na intenção de dar destaque ao longa protagonizado por Sonia Braga.

    Os espectadores americanos, por sua vez, não parecem concordar com a decisão do MinC. Segundo o site Rotten Tomatoes, que mede a recepção de um filme nos Estados Unidos, Aquarius tem cerca de 96% de aprovação do público. Já o Metacritic acusa 87% de aceitação, porcentagem igualmente alta.

    Ainda que não vá concorrer à estatueta de melhor filme estrangeiro, Aquarius pode concorrer a outras categorias no prêmio da Academia de Arte e Ciências Cinematográficas. O site Vulture, por exemplo, põe Sonia Braga como uma forte concorrente à indicação para o Oscar de melhor atriz.

    Continua após a publicidade
    Publicidade