Assine VEJA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Acordo garante divisão da fortuna de Jolie e Pitt no divórcio

Casal possui uma fortuna de 555 milhões de dólares e 12 propriedades espalhadas pelo mundo

Por Da redação
Atualizado em 26 set 2016, 11h59 - Publicado em 26 set 2016, 11h59

Apesar de estarem juntos desde 2005, Angelina Jolie e Brad Pitt se casaram oficialmente apenas em 2014. A união não durou muito, pois, na última semana, os dois confirmaram que estão se divorciando. Como toda celebridade bem prevenida, Brangelina garantiu um acordo pré-nupcial que organiza direitinho a divisão da fortuna em caso de separação. O site TMZ teve acesso a este acordo, e diz que as doze propriedades dos atores espalhadas pelo mundo ficarão com quem comprou originalmente, e que as que conquistaram juntos possui sua divisão acertada desde antes do casamento.

LEIA TAMBÉM:
Quanto vale a marca “Brangelina”: o patrimônio do casal Angelina Jolie e Brad Pitt
Brad Pitt vai brigar pela guarda dos filhos com Angelina Jolie
Angelina Jolie pede divórcio de Brad Pitt

O casal possui uma fortuna avaliada em 555 milhões de dólares (aproximadamente 1,8 bilhão de reais), segundo estimativas da revista Forbes. O TMZ indica que os dois possuíam 12 propriedades antes da oficialização do matrimônio em 2014. Sete delas pertenciam a Brad Pitt, duas a Angelina Jolie, e apenas três foram compradas em conjunto, incluindo uma vinícola na França, uma mansão em Nova Orleans, e um apartamento em Nova York. O site não informa quem ficará com cada parte destas propriedades em conjunto, apenas que o acordo pré-nupcial já facilitou toda a divisão.

O grande problema não está no dinheiro, mas sim com os filhos do casal. Os dois têm seis crianças, sendo três delas adotivas. O site americano indica que a briga pela custódia será feia, já que não há nenhum acordo prévio sobre o assunto. Quando entrou com o processo de divórcio, Angelina pediu exclusividade na custódia física dos filhos, permitindo que Pitt tivesse direito apenas à custódia legal compartilhada, o que daria a ele acesso somente a visitas, e a possibilidade de tomar decisões sobre as crianças com a mãe. Mas o ator já indicou que vai lutar para garantir a guarda compartilhada completa dos seis filhos.

Continua após a publicidade

 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.