Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

VEJA Gente

Por Valmir Moratelli
Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios
Continua após publicidade

O novo tropeço na carreira de Wanessa Camargo: ‘afrobetização’

Cantora lançou single para marcar mudança

Por Giovanna Fraguito Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO , Valmir Moratelli Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 9 Maio 2024, 12h15 - Publicado em 17 abr 2024, 17h41

Após sair do Big Brother Brasil, da TV Globo, por expulsão, Wanessa Camargo, 41 anos, tenta reposicionar sua imagem para o público. Bastante criticada pela maneira como tratou Davi, vencedor do programa, quando estavam juntos no confinamento, a cantora foi acusada de racismo e, agora, passa por um processo de “afrobetização”. Ela buscou uma consultoria especializada em questões raciais para se aprofundar no assunto e passou por um processo de “letramento racial”. Ao mesmo tempo, aproveitou para lançar seu novo single, Caça Like, que fala sobre o cancelamento que enfrentou após participar do reality show.

“Ao sair do BBB, fui bombardeada de informações e cobranças. Precisei de um tempo para me organizar e entender a dimensão de tudo que tinha acontecido. Busquei profissionais que pudessem me auxiliar nesse processo e tenho refletido muito sobre diferentes aspectos da minha vida. Foi assim que iniciei meu processo de afrobetização. Me refaço enquanto pessoa e artista, e Caça Like vem nessa toada, enquanto manifesto para o linchamento virtual sem a possibilidade de troca. Reconheço minhas falas e atitudes, mas acredito em uma reconstrução por meio do diálogo. Senhores perfeitos, lhes apresento a nova Wanessa: imperfeita, que assume seus erros, mas reconhece seus valores e sua história”, disse a cantora, tentando dar a volta por cima, apesar dos muitos comentários negativos que a nova empreitada lhe rendeu nas redes sociais. Muitos apontam um certo oportunismo com o tema sério, além da crítica, não por menos, de que a sua nova letra beira a ‘infantilidade’.

Ao tentar se esforçar para limpar sua barra, Wanessa canta coisas como: “Senhores perfeitos / Eu peço licença pra poder errar / Sei que é difícil / Mas quero falar sem ninguém me cortar”. Se o recado era posicionar seus haters, a cantora conseguiu, por ora, lhes dar mais munição.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.