Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
VEJA Gente Por Valmir Moratelli Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

Acusado de agressão sexual, Justin Bieber pede arquivamento de processo

Entre 2014 e 2015, duas mulheres disseram ter sido atacadas pelo cantor; ação movida por ele em 2020 pedia indenização de 20 milhões de dólares

Por Jana Sampaio Atualizado em 23 mar 2022, 13h16 - Publicado em 23 mar 2022, 13h13

O cantor Justin Bieber, de 28 anos, decidiu pôr fim ao processo movido em 2020 contra duas mulheres pelo crime de difamação. Na ação, Bieber pedia uma indenização de 20 milhões de dólares contra a dupla, que entre 2014 e 2015 o acusou de agressão sexual. Segundo as mulheres, Bieber as convidou para seu quarto de hotel e teve atitudes condenáveis com elas.

De acordo com informações da NBC News, os advogados de Bieber pediram desvinculação do processo no Tribunal Superior do Condado de Los Angeles na última semana. Em entrevista ao portal de notícias, o advogado Evan Spiegel afirmou que a mediação entre as partes não foi adiante.

Há dois anos, as mulheres, identificadas como Danielle e Khadidja Djibrine, acusaram o cantor por meio de uma série de tuites.

Enquanto Danielle afirmou que Bieber a chamou para seu quarto de hotel em Austin, no Texas, a defesa do cantor informou que as alegações dela seriam “impossíveis”, uma vez que no dia 9 de março de 2014 ele estava acompanhado de sua namorada na época, a cantora Selena Gomez. Foram anexados recibos e imagens que comprovariam a versão de Bieber.

Já sobre a acusação de Djibrine, que alegou ter sido convidada às 2h30 do dia 5 de maio de 2015 para ir ao quarto de hotel dele, em Nova York, os advogados do cantor mostraram fotografias dele na festa do Met Gala, que aconteceu naquela mesma noite, até 4h.

Em 21 de junho de 2020, Bieber postou no Twitter: “Rumores são rumores, mas abuso sexual é algo que eu não tomo de ânimo leve. Eu queria falar imediatamente, mas por respeito a tantas vítimas que lidam com essas questões diariamente, eu queria ter certeza de reunir os fatos antes de fazer qualquer declaração”.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)