Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

VEJA Gente

Por Valmir Moratelli
Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios
Continua após publicidade

A explicação de Rafael Cortez para usar cada vez menos o X, antigo Twitter

Comediante e jornalista comenta o atual embate em torno das redes sociais

Por Valmir Moratelli Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 9 Maio 2024, 12h28 - Publicado em 10 abr 2024, 18h13

O comediante e jornalista Rafael Cortez despontou no cenário nacional com o sucesso do CQC, da Band. Nativo digital de uma época em que as redes sociais começavam a ferver com pautas que logo parariam no programa televisivo, já extinto, ele próprio hoje se diz mais comedido nas possibilidades trazidas por estas ferramentas de comunicação.  Em conversa com a coluna, Rafael falou sobre como tem acompanhado  a briga entre o empresário bilionário Elon Musk e o Supremo Tribunal Federal (STF) na figura do ministro Alexandre de Moraes.

“A nossa subserviência a rede social é um saco, essa é a verdade. Por mais que eu veja facilidades nas redes sociais, atualmente percebo mais problemas do que soluções. Porque as pessoas não fazem um tipo de uso racional, quando a gente vê, está escravo. A gente não olha mais para frente. As redes sociais também criam referências de que a gente é influenciador. Todo mundo é influenciador. Isso é um saco, mas eu sou radicalmente contra qualquer tipo de censura e acho que essa é uma questão de tempo para a moda passar. A gente já está vendo na prática que o talento vai voltar a ser o imperativo. É uma briga besta, porque se tivermos paciência, com um pouquinho de tempo, vai ver que a força das redes sociais ficará mais relativa. Acho o X uma rede tóxica e evito ao máximo frequentar. Às vezes, você está lá e fala ‘nossa, acabei de ver um vídeo horrível de um cara sendo espancado’. Eu não consigo entender o que aconteceu com o antigo Twitter. Não acompanho e procuro estar o mínimo possível ali dentro”, disse ele à coluna GENTE, durante o Gramado Summit, conferência de inovação, sediada no Centro de Feiras Serra Park,na serra gaúcha.


Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.