Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Reinaldo Azevedo Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Blog
Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura
Continua após publicidade

Mulher de terrorista alfabetiza os pescadores do Lago Sul, em Brasília

A Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca (meu Jesus Cristinho!!!), seja lá o que isso signifique, divulgou ontem uma nota sobre a contratação de Angela Maia Slongo, mulher do terrorista Olivério Medina. Leiam a nota da pasta cujo titular é um certo Altemir Gregolim. Volto em seguida. Sobre a contratação de Angela Maria Slongo a […]

Por Reinaldo Azevedo
Atualizado em 31 jul 2020, 19h25 - Publicado em 3 jun 2008, 16h08
A Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca (meu Jesus Cristinho!!!), seja lá o que isso signifique, divulgou ontem uma nota sobre a contratação de Angela Maia Slongo, mulher do terrorista Olivério Medina. Leiam a nota da pasta cujo titular é um certo Altemir Gregolim. Volto em seguida.

Sobre a contratação de Angela Maria Slongo a Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca tem a esclarecer:
Angela Maria Slongo é pedagoga, servidora concursada da Secretaria Estadual de Educação do Paraná. Em dezembro de 2006, Angela Maria Slongo foi selecionada pela área técnica para trabalhar no Projeto de Alfabetização dos Pescadores como assistente técnica.Cedida pelo Estado do Paraná, Angela Slongo foi nomeada na Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca no dia 29 de dezembro de 2006 para o cargo de DAS 102.2. De acordo com a legislação, por ser servidora, recebe 60% do valor deste cargo, R$ 1.511,05 (um mil e quinhentos e onze reais e cinco centavos).A Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca nega qualquer vínculo desta contratação às atividades do ex-padre Oliverio Medina, asilado no Brasil.Nunca houve e não há qualquer tipo de relação desta Secretaria com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC). As ilações e induções sugeridas por colunista da revista “Veja” serão objeto de todas as medidas judiciais cabíveis.
Brasília, 02 de junho de 2008
Secretaria Especial de Aqüicultura e Pesca
Assessoria de Comunicação

Comento
Gregolim, Gregolim… O máximo que Gregolim me inspira são algumas rimas infames e infantis — tão infantis quanto aquele aparelho nos dentes que ele usa, o que lhe confere, sem dúvida, uma aparência bastante juvenil, da boca para dentro, é claro, rumo àquele cérebro travesso.

Quer dizer que a Madame Medina está num projeto de alfabetização de pescadores, é? Em Brasília? Seria para os pescadores do Lago Paranoá? O objeto de seu esforço pedagógico seria a população lacustre e analfabeta do Lago Sul? Vai aqui uma metáfora de pescador para Gregolim: “A cada enxadada, uma minhoca”.

Ah, bem, eles ficam ofendidos e ameaçam com tempestades judiciais. Quais ilações? Quais induções? A coluna de Diogo não poderia ser mais direta. Não há nada de oblíquo lá. Informa-se a contratação desta alfabetizadora dos pescadores de Brasília e depois se diz quem é Olivério Medina. Tudo tão simples, tão óbvio, tão transparente.

Gregolim é aquele que foi flagrado, conforme Diogo evidenciou, cometendo crime eleitoral explícito. Querem ver? É só clicar aqui.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.