Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Valdemar grava vídeo para tentar reparar traição de Bolsonaro no debate

O chefe do PL disse que o partido apoia o candidato do PSDB ao governo de Mato Grosso do Sul, apesar de o presidente ter declarado apoio a um rival na Globo

Por Gustavo Maia Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 30 set 2022, 19h40 - Publicado em 30 set 2022, 17h53

Dirigente nacional do PL, Valdemar Costa Neto gravou um vídeo (assista abaixo) nesta sexta para tentar reparar a traição de Jair Bolsonaro ao candidato apoiado pelo partido para o governo de Mato Grosso do Sul — Eduardo Riedel, do PSDB. Explica-se: no debate da Globo, o presidente foi provocado pela ex-aliada Soraya Thronicke, que o acusou de abandonar quem sempre o apoiou, dando o exemplo do Capitão Contar, que disputa o cargo contra Riedel, pelo PRTB.

Visivelmente irritado, Bolsonaro pediu direito de resposta e declarou apoio a Contar, ignorando o acordo fechado no estado por Valdemar com a deputada federal Tereza Cristina, candidata do PL ao Senado, e com o atual governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Com a lambança feita pelo presidente, a ex-ministra da Agricultura do governo Bolsonaro teve que publicar um vídeo nas suas redes sociais para reiterar o apoio a Riedel. “No início desse processo fechamos uma coligação, incluindo o PL, partido do presidente. Essa decisão foi tomada em conjunto com todas as lideranças partidárias estaduais e nacionais, e aprovada pelo presidente Bolsonaro”, declarou, expondo a quebra de acordo do ex-chefe.

View this post on Instagram

A post shared by Tereza Cristina 1️⃣1️⃣1️⃣ (@terezacristinams)

Dirigindo-se a Azambuja, Valdemar Costa Neto afirmou na gravação que quer deixar bem claro que fechou um acordo para apoiar o candidato tucano a governador, lembrando da reunião que participou com a deputada e o governador.

Continua após a publicidade

“E tenho certeza que, junto com o presidente Bolsonaro, vamos ter uma vitória nessas eleições. Quero agradecer a atenção do senhor e deixar claro isso para todos os correligionários, para todos os liberais aí do Mato Grosso do Sul. Muito obrigado pela atenção”, diz o presidente do PL no vídeo.

Veja o vídeo de Valdemar:

Riedel, por sua vez, usa uma foto em que aparece ao lado de Tereza e de Bolsonaro na sua campanha.

Continua após a publicidade
View this post on Instagram

A post shared by Eduardo Riedel (@eduardoriedeloficial)

No debate, o presidente duelava com Soraya, a quem acusou de ter rompido com o governo por ter cargos negados, quando a senadora sul-mato-grossense afirmou que ele abandonou a bandeira do combate à corrupção e do mercado liberal, além do partido que lhe abraçou — o PSL, que se fundiu com o DEM para formar o União Brasil, legenda da presidenciável.

“E é simplesmente assim: abandona os candidatos… Capitão Contar, que a vida inteira lhe apoiou, o senhor não apoia. Não apoia ninguém que lhe apoiou antigamente. É assim, o traidor da pátria”, declarou a candidata.

No seu direito de resposta, o presidente olhou para a câmera e fez “um apelo a todos os eleitores de Mato Grosso do Sul”.

Continua após a publicidade

“Não é uma resposta, é uma constatação. Eu não tinha tomado partido no tocante a eleições para governador do Estado. A partir desse momento, da forma como a senhora candidata se dirigiu à minha pessoa, eu quero apelar a todos de Mato Grosso do Sul: votem no capitão Contar para governador. É a melhor opção… É a melhor opção para esse estado”, declarou.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.