Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

TCU arquiva pedido de CPMI para cruzar dados de presos no 8/1 com de CACs

Eliziane Gama, que foi relatora da comissão de inquérito, queria saber se autores de ataques em Brasília tinham registro de armas e munições

Por Nicholas Shores Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 28 nov 2023, 15h48 - Publicado em 28 nov 2023, 13h30

O ministro Antonio Anastasia, do TCU, arquivou um processo em que a senadora Eliziane Gama, que foi relatora da CPMI do 8 de Janeiro, pedia o cruzamento de dados de centenas de presos nos ataques às sedes dos Três Poderes com os registros de CACs mantidos pelo Exército.

Como a corte de contas faz uma auditoria de todo o sistema de controle de armas e munições das Forças Armadas, já estava em posse da base de dados de todos os colecionadores, atiradores desportivos e caçadores, mas, por ser sigilosa, era necessária a autorização da instituição. Como mostrou o Radar, o Exército negou o acesso às informações.

Eliziane Gama queria saber quais e quantos autores dos atos golpistas de 8 de janeiro estavam potencialmente armados. Em seu relatório final, aprovado pela comissão de inquérito, a senadora dedicou uma seção a interligar o libera-geral de material bélico do governo Bolsonaro com ações preparatórias para uma tentativa de golpe de Estado.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.