Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

A resposta da Câmara para o assassinato dentro de escola de SP

Tragédia na capital paulista motivou catorze matérias protocoladas por deputados na semana passada e movimentou comissões

Por Ramiro Brites Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 3 abr 2023, 18h02 - Publicado em 3 abr 2023, 15h30

Detectores de metal na entrada das escolas, inspeção na mochila dos alunos, aumento do prazo de internação de jovens infratores e instalação de um “botão de pânico” nas instituições de ensino para comunicação direta com autoridades. Essas são as propostas dos projetos de lei que, motivados pelo assassinato de uma professora em um colégio em São Paulo, foram protocolados na Câmara dos Deputados na semana passada.

Além das quatro propostas para nova legislação, a Câmara recebeu nove requerimentos na última semana. São sete moções em homenagem à professora morta e aos demais afetados pelo ataque à escola paulistana. Deputados do PSOL ainda protocolaram dois pedidos para instalação de audiência pública nas comissões de Educação e de Direitos Humanos, Minorias e Igualdade Racial, com o tema “violência contra as escolas e a proteção de crianças, adolescentes e profissionais da educação”.

Há ainda uma indicação do deputado Mário Heringer (PDT-MG) para que o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, elabore uma cartilha sobre prevenção ao homicídio em escolas. Na semana do atentado, como mostrou o Radar, o projeto que cria a Política Nacional de Atenção Psicossocial na comunidade escolar avançou na Comissão de Educação.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.