Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Radar Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Robson Bonin
Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Nicholas Shores e Ramiro Brites. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

A guerra de projetos sobre linguagem neutra na Câmara

Oposição propôs cinco propostas para barrar vocabulário não-binário nas escolas, enquanto deputada petista quer obrigá-lo em documentos oficiais

Por Ramiro Brites Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO , Gustavo Maia Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
23 fev 2023, 17h30

Cinco projetos de lei diferentes sobre o uso da linguagem neutra foram protocolados na Câmara em 15 dias. Quatro pedem a proibição dos termos com gênero não-binário nas escolas. Enquanto, uma proposta, da deputada Erika Kokay (PT-DF), torna obrigatório o uso do vocabulário inclusivo em atos normativos, editais e outros documentos oficiais. 

As propostas que visam barrar a linguagem neutra têm poucas diferenças, todas querem acrescentar a proibição aos termos de gênero não-binário à Lei de Diretrizes e Bases na Educação

Os projetos dos deputados Kim Kataguiri (União-SP) e de Marcelo Freitas (União-MG), especificam que o uso e ensino da linguagem neutra seria vedado à “educação básica”, enquanto Roberto Duarte (Republicanos-AC) e Coronel Chrisóstomo (PL-RO) querem proibir o vocabulário nas “escolas públicas ou privadas”. Na prática, é a mesma coisa, deixam as universidades fora da legislação, mas disciplinam o Ensino Fundamental e Médio.

Em janeiro, uma reportagem da Agência Brasil foi alvo de ações de parlamentares contra a linguagem neutra. O deputado José Medeiros (PL-MT) acionou à PGR contra a mídia estatal pela matéria “Parlamentares eleites reúnem-se pela primeira vez em Brasília”. Em entrevista ao Radar, o chefe da Empresa Brasil de Comunicação, que comanda a Agência Brasil, afirmou que o caso foi excepcional e, até segunda ordem, os termos não serão adotados pela EBC.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por VEJA.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.