Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Matheus Leitão Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog

Pesquisa Datafolha traz decepção para Lula em estado decisivo

Entenda

Por Matheus Leitão Atualizado em 13 jul 2022, 12h38 - Publicado em 2 jul 2022, 10h09

Existe uma regra entre os cientistas políticos que os diferencia de nós, público em geral, na hora de analisar o resultado das pesquisas.

Enquanto focamos muito mais nos números que mostram como está a corrida eleitoral em si num levantamento, ou seja, a intenção de votos, os especialistas olham com lupa a rejeição.

Pois bem.

Divulgada nesta sexta, 1º, a nova rodada do Datafolha – agora apenas no Rio – mostra um quadro diferente do nacional, se olharmos apenas para a corrida presidencial.

No estado fluminense, Lula vence com 41% contra 34% de Jair Bolsonaro – uma diferença de apenas sete pontos percentuais.

Continua após a publicidade

Como mostrado pela coluna, o instituto marcou uma diferença de 19 pontos entre o petista e o atual presidente – 47% contra 28% – em todo país.

Mas o que difere uma da outra? Justamente a rejeição.

Enquanto Bolsonaro mantém os mesmos 55% de veto ao seu nome em solo carioca, Lula tem um número maior do que os 35% “detectados” no amplo cenário nacional

Segundo o DataFolha, 42% dos eleitores do Estado disseram não votar no petista de jeito nenhum. Ou seja, o ex-presidente tem 7 pontos percentuais a mais de rejeição entre cariocas.

Pronto.

Está aí a resposta do por que, no Rio de Janeiro, Lula não ganha no primeiro turno. Se o Brasil fosse o estado fluminense, certamente veríamos um 2º turno dele contra Bolsonaro… a não que o petista, em 92 dias, diminuísse sua rejeição em quase dois dígitos entre os eleitores da região.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)