Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Maquiavel Por José Benedito da Silva A política e seus bastidores. Com João Pedroso de Campos, Reynaldo Turollo Jr., Tulio Kruse, Diogo Magri, Victoria Bechara e Sérgio Quintella. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

DF: candidata de Bolsonaro seria maior obstáculo à reeleição de Ibaneis

Levantamento foi divulgado nesta segunda-feira, 13, pelo instituto Paraná Pesquisas

Por Da Redação 13 jun 2022, 12h23

A candidatura da ex-ministra Flávia Arruda (PL) ao governo do Distrito Federal seria o principal obstáculo na tentativa de reeleição do governador Ibaneis Rocha (MDB), segundo levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas entre os dias 6 e 10 de junho e divulgado nesta segunda-feira, 13.

De acordo com a sondagem, Ibaneis teria 40,0% das intenções de voto contra 22,1% de Flávia Arruda, que foi ministra-chefe da Secretaria de Governo da administração Jair Bolsonaro (PL) e é do mesmo partido do presidente. Ela é também deputada federal e é casada com o ex-governador do DF José Roberto Arruda (PL), que em um evento recente no Gama, região administrativa do DF, se referiu à mulher como “governadora”.

Nesse cenário, a senadora Leila do Vôlei (PDT) aparece em terceiro lugar, com 11,6% das intenções de voto, seguida pelo deputado distrital Leandro Grass (PV), que tem 3,4%; o ex-secretário de Educação Rafael Parente (Cidadania), com 2,3%; e a assistente social Keka Bagno (PSOL), com 0,7%.

Entre os entrevistados, 12,9% disseram que votariam em branco, nulo ou nenhum e 7% não souberam ou não responderam.

Em outro cenário pesquisado, Ibaneis teria 41,1% das intenções de voto contra 16,0% do senador Antonio Reguffe (Podemos) e 12,5% de Leila do Vôlei. Em um eventual segundo turno, Arruda também se sairia melhor: ela teria 33,4% contra 48,5% de Ibaneis, enquanto Reguffe pontuaria 26,7% contra 49,4% do governador.

Continua após a publicidade

A possibilidade de Flávia Arruda disputar o governo passou a ser aventada depois que se consolidou a candidatura da senadora Simone Tebet (MDB) à Presidência da República, o que faria com que Ibaneis não pudesse dar palanque a Bolsonaro no Distrito Federal. Ibaneis é um dos poucos governadores no país que têm boa relação com Bolsonaro.

Senado

A candidatura de Arruda ao governo também ajudaria a resolver outro imbróglio, o da disputa ao Senado, já que há outra ex-ministra bolsonarista na disputa, a ex-titular da pasta de Mulher, Família e Direitos Humanos Damares Alves (Republicanos).

Sem Arruda na disputa ao Senado, Damares lideraria a corrida pela única vaga com 21,4% das intenções de voto, o mesmo percentual do atual detentor do posto, o senador Antonio Reguffe (Podemos).

Na sequência, aparecem o empresário Paulo Octávio (PP), com 11,4%; a deputada federal Paula Belmonte (Cidadania), com 5,9%; a sindicalista Rosilene Corrêa (PT), com 3,2%; e o advogado Paulo Roque (Novo), com 2,3%. Um quarto dos entrevistados (25,8%) disse que não votará em nenhum, irá anular ou voto ou votar em branco e 8,7% não souberam ou não responderam.

A pesquisa foi feita com 1.540 eleitores por meio de entrevistas pessoais enas sete unidades de planejamento territorial do DF e foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob o nº DF-09171/2022.

Continua após a publicidade


Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Plano para Democracia

- R$ 1 por mês.

- Acesso ao conteúdo digital completo até o fim das eleições.

- Conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e acesso à edição digital da revista no app.

- Válido até 31/10/2022, sem renovação.

3 meses por R$ 3,00
( Pagamento Único )

Digital Completo



Acesso digital ilimitado aos conteúdos dos sites e apps da Veja e de todas publicações Abril: Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Placar, Superinteressante,
Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)