Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho, Isabella Alonso Panho e Adriana Ferraz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Bolsonaristas reagem à chance de Dilma assumir Banco dos Brics

Ex-ministros e senadores Ciro Nogueira e Rogério Marinho e deputado ligado a Malafaia criticaram possível novo cargo à ex-presidente

Por Redação
Atualizado em 9 fev 2023, 17h31 - Publicado em 9 fev 2023, 11h56

Diante das notícias de que a ex-presidente Dilma Rousseff pode ser indicada pelo governo Lula ao comando do Banco dos Brics, grupo que reúne Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul, aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro criticaram a possível nomeação e a ironizaram nas redes sociais.

Ex-ministros de Bolsonaro, os senadores Ciro Nogueira (PP-PI) e Rogério Marinho (PL-RN) trataram do assunto no Twitter. O cacique do PP escreveu que “só podem estar declarando guerra aos Brics”, enquanto o parlamentar potiguar, derrotado na eleição à presidência do Senado, tuitou que “nada está tão ruim que não possa piorar” e classificou a indicação como “receita do desastre”.

“Você entregaria um banco para a Dilma administrar? Ainda mais se fosse do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul? Às vésperas de embarcar para os EUA, só podem estar declarando guerra aos Brics. Dilma lá quintuplica a meta…”, declarou Ciro Nogueira. “Nada está tão ruim que não possa piorar. Colocar Dilma no lugar do economista e diplomata Marcos Troyjo no Banco dos BRICS é a receita do desastre. O risco é até a China quebrar. Típico PT”, atacou Marinho.

Muito próximo do pastor Silas Malafaia, um dos maiores aliados de Jair Bolsonaro no meio evangélico, o deputado Sóstenes Cavalcante (PL-RJ) também criticou o possível novo cargo à ex-presidente, derrubada por um impeachment em 2016: “O ministro Haddad recentemente expressou o desejo de ter a ex-presidente Dilma Rousseff como presidente do Banco dos BRICS. No entanto, é importante lembrar que durante o mandato de Dilma, a economia brasileira quebrou e suas políticas econômicas foram a razão”.

O Movimento Brasil Livre (MBL), um dos principais articuladores dos protestos de rua que pediram a deposição de Dilma da Presidência, foi outro que não perdeu a chance de ironizar a questão: “Dilma vai conseguir seu carguinho no banco do BRICS na China. Agora vai”.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.