Assine VEJA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Maquiavel

Por José Benedito da Silva
A política e seus bastidores. Com Laísa Dall'Agnol, Victoria Bechara, Bruno Caniato, Valmar Hupsel Filho, Isabella Alonso Panho e Adriana Ferraz. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.
Continua após publicidade

Auditora do TCU quer ‘pente-fino’ em viagem de Bolsonaro aos EUA

Então presidente deixou país rumo à Flórida dois dias antes do fim do mandato

Por Sérgio Quintella Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO Atualizado em 23 Maio 2023, 07h13 - Publicado em 22 Maio 2023, 10h50

A auditora do Tribunal de Contas da União (TCU) Valéria Galgariny de Magalhães Melo solicitou à Corte que a Casa Civil seja oficiada para enviar uma série de informações sobre a última viagem que Jair Bolsonaro realizou na Presidência da República. Às vésperas do fim do mandato, Bolsonaro deixou o país rumo aos Estados Unidos, onde ficou por três meses.

O pedido de uma investigação no TCU para apurar possíveis irregularidades no uso de dinheiro público para o deslocamento presidencial partiu do ex-deputado federal Elias Vaz de Andrade (PSB), atualmente exercendo um cargo no Ministério da Justiça.

No relatório da auditoria, Valéria Melo afirmou que “é inegável que os custos dessas viagens são elevados, pois englobam os custos do avião da Força Aérea Brasileira (FAB), as taxas aeroportuárias, comidas e bebidas dentro do avião, as equipes de apoio e segurança, diárias, hospedagens, transporte terrestre e outras despesas inerentes à viagem”.

Por outro lado, Melo reconhece que faltam informações financeiras e de logística para que possa concluir a análise. Diante disso, a auditora solicita aos seus superiores que o Ministério da Casa Civil seja oficiado para enviar todas as informações disponíveis sobre a última viagem de Bolsonaro.

Veja a íntegra do pedido:

“A realização de diligência à Casa Civil da Presidência da República, para que no prazo de 15 (quinze) dias apresente ao Tribunal os pressupostos de fato e de direito para a viagem realizada pelo então presidente Jair Messias Bolsonaro no dia 30/12/2022 à cidade de Orlando, no estado da Flórida, nos Estados Unidos da América, encaminhando cópia de todos os documentos que compõem o processo, incluindo:

– Relação dos servidores que integraram o escalão avançado e relação das comitivas, originadas do relatório da viagem elaborado pelo coordenador de viagem;

– Cotações de preços para prestação de serviços aeroportuários e de comissária aérea e para aquisição de alimentação;

– Lista nominal dos efetivos que foram atendidos com alimentação;

Continua após a publicidade

– Mapa de distribuição dos apartamentos em caso de hospedagem em hotel (grade de hospedagem);

– Relatório das despesas realizadas;

– Faturas do cartão de pagamento do governo federal referentes aos meses que abrangem gastos associados a despesas realizadas na viagem”.

O pedido da auditora ainda não foi analisado pelos ministros.

Continua após a publicidade
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.